Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Primeira Leitura (Mq 7,14-15.18-20)

Leitura da Profecia de Miquéias.

14Apascenta o teu povo com o cajado da autoridade, o rebanho de tua propriedade, os habitantes dispersos pela mata e pelos campos cultivados; que eles desfrutem a terra de Basã e Galaad, como nos velhos tempos. 15E, como foi nos dias em que nos fizeste sair do Egito, faze-nos ver novos prodígios.

18Qual Deus existe, como tu, que apagas a iniquidade e esqueces o pecado daqueles que são resto de tua propriedade? Ele não guarda rancor para sempre, o que ama é a misericórdia. 19Voltará a compadecer-se de nós, esquecerá nossas iniquidades e lançará ao fundo do mar todos os nossos pecados. 20Tu manterás fidelidade a Jacó e terás compaixão de Abraão, como juraste a nossos pais, desde tempos remotos.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

Responsório (Sl 84)

— Mostrai-nos, ó Senhor, vossa bondade.

— Mostrai-nos, ó Senhor, vossa bondade.

— Favorecestes, ó Senhor, a vossa terra, libertastes os cativos de Jacó. Perdoastes o pecado ao vosso povo, encobristes toda a falta cometida; retirastes a ameaça que fizestes, acalmastes o furor de vossa ira.

— Renovai-nos, nosso Deus e Salvador, esquecei a vossa mágoa contra nós! Ficareis eternamente irritado? Guardareis a vossa ira pelos séculos?

— Não vireis restituir a nossa vida, para que em vós se rejubile o vosso povo? Mostrai-nos, ó Senhor, vossa bondade, concedei-nos também vossa salvação!

Evangelho (Mt 12,46-50)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 46enquanto Jesus estava falando às multidões, sua mãe e seus irmãos ficaram do lado de fora, procurando falar com ele. 47Alguém disse a Jesus: “Olha! Tua mãe e teus irmãos estão aí fora, e querem falar contigo”.

48Jesus perguntou àquele que tinha falado: “Quem é minha mãe, e quem são meus irmãos?” 49E, estendendo a mão para os discípulos, Jesus disse: “Eis minha mãe e meus irmãos. 50Pois todo aquele que faz a vontade do meu Pai, que está nos céus, esse é meu irmão, minha irmã e minha mãe”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Vamos lutar o bom combate e testemunhar nossa fé

Veneramos esses apóstolos e pedimos a firmeza da fé que o Senhor lhes concedeu.

"Eu lutei a boa luta até o fim, terminei minha carreira, mantive a fé. E ele já está preparado para mim a coroa da justiça que o Senhor, como um juiz justo, será prêmio para mim naquele dia; e não somente a mim, mas para todos lá esperou para a sua vinda " (2 Timóteo 4 7 8).

Celebramos hoje os dois apóstolos que combateram o bom combate: Pedro e Paulo, dois pilares fundamentais para a fé, para o cristianismo, para aqueles que seguem nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.

Eles seguiram Jesus de maneiras diferentes, em diferentes tempos e tempos. Pedro foi um dos primeiros a seguir o Mestre Jesus, ele andou com Jesus de um lado para o outro na pregação e no anúncio do Evangelho. Pedro, de quando ele foi chamado por Cristo, foi designado para ser Kéfas, que significa "pedra". Seu nome é Simão, mas o Senhor domina Pedro, que significa pedra, aquela pedra onde o edifício de Cristo é construído.

Não podemos confundir a pedra fundamental, que é Cristo, com a pedra sobre a qual Pedro funda sua fé. Não é que Pedro é fé, mas sua fé é baseada na pedra que é Cristo, é por isso que Cristo tem na fé de Pedro a base sólida na qual todos nós nos tornamos seguidores dele também. É para Ele que Jesus diz: "Tu és Pedro (isto é, Pedra), e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja; os poderes da morte nunca poderão superá-lo "(Mt 16, 18).

É importante ficar de olho no que era a profissão de fé do apóstolo Pedro: "Tu és o Messias, o Filho do Deus vivo" (Mt 16, 16). Pedro, aquele que negou, traiu, abandonou Jesus, mas o que se levantou, que permaneceu firme em sua fé, que lutou o bom combate e deu testemunho da fé.

Mais tarde, Cristo se manifesta a Paulo; Isso foi até então Saul. Ele perseguiu os cristãos, perseguiu os seguidores do caminho do Evangelho, mas foi ressuscitado e alcançado por Cristo Jesus.

Cristo é aquele que atinge as misérias humanas e as transforma em obras de misericórdia e evangelização. Pedro, um pescador, que negou Jesus e Paulo, este homem sábio, mas Cristo perseguidos, ambos foram conquistados pelo Evangelho e colunas tornou-se firme para o evangelho de Cristo pode atingir a todos.

Comemorando hoje estes dois apóstolos, queremos celebrar a fé que recebemos. Nós também fomos encontrados pecadores por Cristo, mas fomos conquistados por Ele, para que pudéssemos nos tornar pregadores da Palavra. Veneramos esses apóstolos e queremos pedir a firmeza da fé que o Senhor lhes deu, para que também pudéssemos testemunhar o Evangelho com nossa vida, com nossas palavras e nossas ações. Que também podemos dizer no final de nossas vidas: "Eu lutei o bom combate"

Deus te abençoe!

Padre Roger Araújo - Padre da Comunidade New Song, jornalista e colaborador da New Song Page. Contato:  padrerogercn@gmail.com  - Facebook

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios