Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Primeira Leitura (Ap 21,9b-14)

Leitura do Apocalipse de São João.

9bUm anjo falou comigo e disse: “Vem! Vou mostrar-te a noiva, a esposa do Cordeiro”. 10Então me levou em espírito a uma montanha grande e alta. Mostrou-me a cidade Santa, Jerusalém, descendo do céu, de junto de Deus, 11brilhando com a glória de Deus. Seu brilho era como o de uma pedra preciosíssima, como o brilho de jaspe cristalino. 12Estava cercada por uma muralha maciça e alta, com doze portas. Sobre as portas estavam doze anjos, e nas portas estavam escritos os nomes das doze tribos de Israel. 13Havia três portas do lado do oriente, três portas do lado norte, três portas do lado sul e três portas do lado do ocidente. 14A muralha da cidade tinha doze alicerces, e sobre eles estavam escritos os nomes dos doze apóstolos do Cordeiro.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

Salmo Responsorial (Sl 144)

— Ó Senhor, vossos amigos anunciem vosso Reino glorioso!

— Ó Senhor, vossos amigos anunciem vosso Reino glorioso!

— Que vossas obras, ó Senhor, vos glorifiquem, e os vossos Santos com louvores vos bendigam! Narrem a glória e o esplendor do vosso reino e saibam proclamar vosso poder!

— Para espalhar vossos prodígios entre os homens, e o fulgor de vosso reino esplendoroso. O vosso reino é um reino para sempre, vosso poder, de geração em geração!

— É justo o Senhor em seus caminhos, é Santo em toda obra que ele faz. Ele está perto da pessoa que o invoca, de todo aquele que o invoca lealmente.

Evangelho (Jo 1,45-51)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João. 

— Glória a vós, Senhor.

45Filipe encontrou-se com Natanael e lhe disse: “Encontramos aquele de quem Moisés escreveu na Lei, e também os profetas: Jesus de Nazaré, o filho de José”.

46Natanael disse: “De Nazaré pode sair coisa boa?” Filipe respondeu: “Vem ver!” 47Jesus viu Natanael que vinha para ele e comentou: “Aí vem um israelita de verdade, um homem sem falsidade”. 48Natanael perguntou: “De onde me conheces?” Jesus respondeu: “Antes que Filipe te chamasse, enquanto estavas debaixo da figueira, eu te vi”. 49Natanael respondeu: “Rabi, tu és o Filho de Deus, tu és o Rei de Israel”.

50Jesus disse: “Tu crês porque te disse: Eu te vi debaixo da figueira? Coisas maiores que esta verás!” 51E Jesus continuou: “Em verdade, em verdade eu vos digo: Vereis o céu aberto e os anjos de Deus subindo e descendo sobre o Filho do Homem”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Ouça a Homilia

A pessoa autêntica busca sempre viver a verdade

 “Filipe encontrou-se com Natanael e lhe disse: ‘Encontramos aquele de quem Moisés escreveu na Lei, e também os profetas: Jesus de Nazaré, o filho de José’” (João 1,45).

Celebramos, hoje, na Igreja, o apóstolo São Bartolomeu, também chamado Natanael. Eu pessoalmente gosto demais de Natanael, de São Bartolomeu, pelo tamanho da sua sinceridade.

Foi Filipe que primeiro se encontrou com Jesus, e ele foi humildemente dizer a Natanael: “Olha, encontramos aquele de quem Moisés escreveu, falou a respeito. Ele já está aqui no meio de nós”. Mas aqui tem um problema, Filipe disse que ele era de Nazaré e Natanael, com muita sinceridade, perguntou: “Pode vir alguma coisa boa de Nazaré?”.

Nazaré era uma cidade muito insignificante; hoje, é uma cidade bonita e grande, mas naquela época nem no mapa era possível encontrar Nazaré. E pode vir alguma coisa boa de Nazaré?

Ás vezes, é o desprezo que alguém faz por aquela cidade que está lá no interior, perdida e, de repente, alguém importante vem de lá. Então, é assim que se expressa Natanael com toda a sinceridade do seu coração. Filipe disse a ele: “Venha você mesmo ver”.

O autêntico é humilde acima de todas as coisas e se põe a conhecer a verdade

Por isso, de longe, quando Jesus viu Natanael, disse: “Ali está um verdadeiro israelita. Autêntico, aquele que pensa e não esconde o pensamento. Aquele que não quer agradar pelo que fala”.

Não é que a pessoa tem que ser aquela coisa desagradável e imprudente, é aquele que busca a verdade para vivê-la. Porque a pessoa autêntica não é aquela que vive questionando por questionar, não é aquela que fica colocando interrogações, duvidando de tudo e de todos. Não é aquela que vive só criticando e colocando problema em tudo.

A pessoa autêntica é aquela que quer viver com autenticidade a sua verdadeira identidade, por isso ele pergunta o por que das coisas, para viver aquilo em verdade. E Natanael não só questiona, mas ele vai conferir, vai ver, vai correr atrás; e quando ele se encontra com Jesus, ele mesmo professa: “Rabi, tu és o Filho de Deus, tu és o Rei de Israel”.

Veja, ele mesmo conhece Jesus. Diante de tudo aquilo que o Senhor coloca, ele professa, reconhece e, de fato, olha para Jesus e diz: “Ele é o Senhor”.

A pessoa autêntica é aquela que sabe dobrar suas próprias convicções. O orgulhoso não, ele sabe que está errado, que duvidou, questionou e prefere continuar na dúvida e no questionamento, criando sempre problemas para não reconhecer o que, de fato, ele tinha constatado de forma errada. O autêntico é humilde acima de todas as coisas, ele quer saber e reconhece que o que sabia era limitado e errado, e se põe a conhecer a verdade.

Deus abençoe você!  

Padre Roger Araújo - Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios