Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Primeira Leitura (At 22,3-16)

Leitura dos Atos dos Apóstolos

Naqueles dias, Paulo disse ao povo: 3“Eu sou judeu, nascido em Tarso da Cilícia, mas fui criado aqui nesta cidade. Como discípulo de Gamaliel, fui instruído em todo o rigor da Lei de nossos antepassados, tornando-me zeloso da causa de Deus, como acontece hoje convosco. 4Persegui até à morte os que seguiam este Caminho, prendendo homens e mulheres e jogando-os na prisão. 5Disso são minhas testemunhas o Sumo Sacerdote e todo o conselho dos anciãos. Eles deram-me cartas de recomendação para os irmãos de Damasco. Fui para lá, a fim de prender todos os que encontrasse e trazê-los para Jerusalém, a fim de serem castigados. 6Ora, aconteceu que, na viagem, estando já perto de Damasco, pelo meio-dia, de repente uma grande luz que vinha do céu brilhou ao redor de mim. 7Caí por terra e ouvi uma voz que me dizia: ‘Saulo, Saulo, por que me persegues?’ 8Eu perguntei: ‘Quem és tu, Senhor?’ Ele me respondeu: ‘Eu sou Jesus, o Nazareno, a quem tu estás perseguindo’. 9Meus companheiros viram a luz, mas não ouviram a voz que me falava. 10Então perguntei: ‘Que devo fazer, Senhor?’ O Senhor me respondeu: ‘Levanta-te e vai para Damasco. Ali te explicarão tudo o que deves fazer’. 11Como eu não podia enxergar, por causa do brilho daquela luz, cheguei a Damasco guiado pela mão dos meus companheiros. 12Um certo Ananias, homem piedoso e fiel à Lei, com boa reputação junto de todos os judeus que aí moravam, 13veio encontrar-me e disse: ‘Saulo, meu irmão, recupera a vista!’ No mesmo instante, recuperei a vista e pude vê-lo. 14Ele, então, me disse: ‘O Deus de nossos antepassados escolheu-te para conheceres a sua vontade, veres o Justo e ouvires a sua própria voz. 15Porque tu serás a sua testemunha diante de todos os homens, daquilo que viste e ouviste. 16E agora, o que estás esperando? Levanta-te, recebe o batismo e purifica-te dos teus pecados, invocando o nome dele!’”

— Palavra do Senhor.

— Graças a Deus.

Responsório (Sl 116)

— Ide, por todo o mundo, a todos pregai o Evangelho.

— Ide, por todo o mundo, a todos pregai o Evangelho.

— Cantai louvores ao Senhor, todas as gentes, povos todos, festejai-o!

— Pois comprovado é o seu amor para conosco, para sempre ele é fiel!

Evangelho (Mc 16,15-18)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, Jesus se manifestou aos onze discípulos, 15e disse-lhes: “Ide pelo mundo inteiro e anunciai o evangelho a toda criatura! 16Quem crer e for batizado será salvo. Quem não crer será condenado. 17Os sinais que acompanharão aqueles que crerem serão estes: expulsarão demônios em meu nome, falarão novas línguas; 18se pegarem em serpentes ou beberem algum veneno mortal não lhes fará mal algum; quando impuserem as mãos sobre os doentes, eles ficarão curados”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Ouça a Homilia

Deixemos Deus converter o nosso coração

Dentro de cada um de nós existe um Saulo, aquele homem velho, que não se deixa converter por Deus e que não aceita ser contradito por ninguém

“’Saulo, Saulo, por que me persegues?’ Eu perguntei: ‘Quem és tu, Senhor?’ Ele me respondeu: ‘Eu sou Jesus, o Nazareno, a quem tu estás perseguindo’” (At 22,7-8). 

Um homem religioso como Saulo, formado na melhor escola judaica, conhecedor das leis, dos princípios divinos, cai por terra e toma consciência que ele perseguia o Evangelho em vez de abraçá-lo. 

Quando olho para a conversão de Saulo, peço a Deus a graça de colocar a minha barba de molho, colocar o meu coração em espírito de alerta, colocar a minha mente no estado de exame de consciência, para que eu reveja os meus atos, as minhas atitudes, afinal de contas, eu sou um homem religioso, padre há alguns anos, batizado desde criança, crismado, fiz primeira comunhão.

Se formos olhar para todos os títulos religiosos que temos, vamos ver que somos pessoas religiosas, amamos ou perseguimos o Evangelho. O coração vai sempre nos dizer que amamos o Evangelho, mas nem sempre as atitudes confessam isso. Nós, muitas vezes, massacramos o Evangelho com os nossos contratestemunhos.

Paulo tinha um ímpeto temperamental fortíssimo e esse ímpeto temperamental não permitia que ele enxergasse a verdade, pelo contrário, tornava-o até cego, escurecia a sua visão. Era tão convencido de si mesmo, tão convencido daquilo que ele conhecia e sabia, que ele não se permitia conhecer mais nada. Pelo contrário, ele perseguia, apedrejava e matava quem se opusesse às suas convicções.

Dentro de cada um de nós existe um Saulo, aquele homem velho, que não se deixa converter por Deus e que não aceita ser contradito nem questionado por ninguém. Ele não aceita, de forma nenhuma, quem pensa diferente, quem fala diferente dele. É aquele Saulo, aquele homem fechado nas suas ideias e convicções, sobretudo, as ideias religiosas que o levam a perseguir, a criticar quem pensa ou faz diferente de dele.

Hoje, eu quero olhar para Saulo, o homem velho, para que ele me mostre o Paulo, o homem novo e convertido, o homem que caiu com a sua mente por terra para enxergar a verdade da luz.

Quero pedir a Jesus, que na estrada de Damasco se mostrou a Saulo, mostre-se a nós, que nos mostre onde erramos, onde pecamos, onde estamos fechados no nosso orgulho, na nossa autossuficiência, e não nos convertemos a cada dia.

Na festa da conversão de Saulo, peço a Deus a graça da conversão da minha vida.

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo - Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios