Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Primeira Leitura (Est 4,17n.r.aa-bb.gg-hh)

Leitura do Livro de Ester.

Naqueles dias, 17na rainha Ester, temendo o perigo de morte que se aproximava, buscou refúgio no Senhor. 17pProstrou-se por terra desde a manhã até o anoitecer, juntamente com suas servas, e disse: 17q“Deus de Abraão, Deus de Isaac e Deus de Jacó, tu és bendito. Vem em meu socorro, pois estou só e não tenho outro defensor fora de ti, Senhor, 17rpois eu mesma me expus ao perigo. 17aaSenhor, eu ouvi, dos livros de meus antepassados, que tu libertas, Senhor, até o fim, todos os que te são caros.

17bbAgora, pois, ajuda-me, a mim que estou sozinha e não tenho mais ninguém senão a ti, Senhor meu Deus. 17ggVem, pois, em auxílio de minha orfandade. Põe em meus lábios um discurso atraente, quando eu estiver diante do leão, e muda o seu coração para que odeie aquele que nos ataca, para que este pereça com todos os seus cúmplices. 17hhE livra-nos da mão de nossos inimigos. Transforma nosso luto em alegria e nossas dores em bem-estar”.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

Salmo Responsorial (Sl 137)

— Naquele dia em que gritei, vós me escutastes, ó Senhor!

— Naquele dia em que gritei, vós me escutastes, ó Senhor!

— Ó Senhor, de coração eu vos dou graças, porque ouvistes as palavras dos meus lábios! Perante os vossos anjos vou cantar-vos e ante o vosso templo vou prostrar-me.

— Eu agradeço vosso amor, vossa verdade, porque fizestes muito mais que prometestes; naquele dia em que gritei, vós me escutastes e aumentastes o vigor da minha alma.

— Estendereis o vosso braço em meu auxílio e havereis de me salvar com vossa destra. Completai em mim a obra começada; ó Senhor, vossa bondade é para sempre! Eu vos peço: não deixeis inacabada esta obra que fizeram vossas mãos!

Evangelho (Mt 7,7-12)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 7“Pedi e vos será dado! Procurai e achareis! Batei e a porta vos será aberta! 8Pois todo aquele que pede recebe; quem procura encontra; e a quem bate a porta será aberta.

9Quem de vós dá ao filho uma pedra, quando ele pede um pão? 10Ou lhe dá uma cobra, quando ele pede um peixe? 11Ora, se vós, que sois maus, sabeis dar coisas boas a vossos filhos, quanto mais vosso Pai que está nos céus dará coisas boas aos que lhe pedirem! 12Tudo quanto quereis que os outros vos façam, fazei também a eles. Nisto consiste a Lei e os Profetas”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Ouça a Homilia

Procuremos a Deus de coração sincero

“Tudo quanto quereis que os outros vos façam, fazei também a eles. Nisto consiste a Lei e os Profetas” (Mateus 7,12).

A verdade é que somos aqueles que só queremos receber, nós queremos que as pessoas nos sirvam, que façam bem a nós, queremos que as coisas estejam em nossas mãos.

Somos uma geração mal acostumada, o mundo nos deixa mal acostumados; muitas vezes os pais deixam seus filhos mal acostumados porque os ensinam apenas a receber. A educação verdadeira não é receber, e sim fazer, a educação verdadeira é dar e não ter; é fazer para o outro.

Não queremos que ninguém nos faça o mal, então, não façamos o mal a ninguém, nem por sentimentos nem por pensamentos e palavras. Queremos receber, então, vamos dar amor e tudo aquilo que precisamos para os outros. E não se preocupe, não faça matemática, “Já me doei tanto para os outros, e o que recebo? Recebo ingratidão e incompreensão”. Que bênção! O que você recebe é a bênção, a graça e o amor de Deus que ensinou e está nos ensinando a sermos gratuitos àquilo que fazemos.

O coração de Deus dá para aquele que O procura de coração sincero

Se não aprendemos, é porque não estamos na escola de Jesus aprendendo a gratuidade acima de tudo. Portanto, tudo aquilo que queremos que os outros façam a nós, façamos dez vezes melhor. É nisto que consiste a Lei e os Profetas. Não é dando para receber, é dando para se doar; é dando para ser dádiva na vida dos outros.

“Pedi e vos será dado! Procurai e achareis!”. Pedi tudo ao coração de Deus, buscai tudo no coração de Deus e o coração d’Ele dá para aquele que procura de coração sincero. Ninguém que pede a Deus uma graça vai receber uma desgraça.

Porque nós que somos homens, se um filho pede um pão ou um peixe, quem é que vai dar uma pedra a ele? Pode ser que não demos aquilo que ele pediu, porque o que ele pediu não é o mais importante, porque tem algo mais importante para agora. Até o “não receber” é uma graça. Então, temos que aprender que Deus nos dá, muitas vezes, mais do que merecemos e precisamos. Só é preciso ter paciência, porque Deus não satisfaz as nossas ansiedades, mas Ele dá aquilo que é melhor para nós no Seu tempo.

Às vezes, é importante deixar Deus até nos tirar para não nos prendermos àquilo que nos tira d’Ele ou não nos faz crescer. Por isso, busquemos em Deus a resposta para aquilo que precisamos, mas saibamos ser contrariados para nos purificarmos do egoísmo, da vaidade, das ilusões, mas, sobretudo, da soberba maldita que toma conta do nosso coração.

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo - Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.