Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Primeira Leitura (2Tm 1,1-8)

Início da Segunda Carta de São Paulo a Timóteo.

1Paulo, Apóstolo de Jesus Cristo pelo desígnio de Deus referente à promessa de vida que temos em Cristo Jesus, 2a Timóteo, meu querido filho: Graça, misericórdia e paz da parte de Deus Pai e de Cristo Jesus, nosso Senhor! 3Dou graças a Deus — a quem sirvo com a consciência pura, como aprendi dos meus antepassados — quando me lembro de ti, dia e noite, nas minhas orações. 4Lembrando-me das tuas lágrimas, sinto grande desejo de rever-te, e assim ficar cheio de alegria. 5Recordo-me da fé sincera que tens, aquela mesma fé que antes tiveram tua avó Loide e tua mãe Eunice. Sem dúvida, assim é também a tua. 6Por este motivo, exorto-te a reavivar a chama do dom de Deus que recebeste pela imposição das minhas mãos. 7Pois Deus não nos deu um espírito de timidez mas de fortaleza, de amor e sobriedade. 8Não te envergonhes do testemunho de nosso Senhor nem de mim, seu prisioneiro, mas sofre comigo pelo Evangelho, fortificado pelo poder de Deus.

— Palavra do Senhor.

— Graças a Deus.

Salmo Responsorial (Sl 95)

— Anunciai entre as nações os grandes feitos do Senhor!

— Anunciai entre as nações os grandes feitos do Senhor!

— Cantai ao Senhor Deus um canto novo, cantai ao Senhor Deus, ó Terra inteira! Cantai e bendizei seu santo nome!

— Dia após dia anunciai sua salvação, manifestai a sua glória entre as nações e entre os povos do universo seus prodígios!

— Ó família das nações, dai ao Senhor, nações, dai ao Senhor poder e glória, dai-lhe a glória que é devida ao seu nome!

— Publicai entre as nações: “Reina o Senhor!” Ele firmou o universo inabalável, e os povos ele julga com justiça.

Evangelho (Lc 10,1-9)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 1o Senhor escolheu outros setenta e dois discípulos e os enviou dois a dois, na sua frente, a toda cidade e lugar aonde ele próprio devia ir. 2E dizia-lhes: “A messe é grande, mas os trabalhadores são poucos. Por isso, pedi ao dono da messe que mande trabalhadores para a colheita. 3Eis que vos envio como cordeiros para o meio de lobos. 4Não leveis bolsa, nem sacola, nem sandálias, e não cumprimenteis ninguém pelo caminho! 5Em qualquer casa em que entrardes, dizei primeiro: ‘A paz esteja nesta casa!’ 6Se ali morar um amigo da paz, a vossa paz repousará sobre ele; se não, ela voltará para vós. 7Permanecei naquela mesma casa, comei e bebei do que tiverem, porque o trabalhador merece o seu salário. Não passeis de casa em casa. 8Quando entrardes numa cidade e fordes bem recebidos, comei do que vos servirem, 9curai os doentes que nela houver e dizei ao povo: ‘O Reino de Deus está próximo de vós’”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Ouça a Homilia

Incendiemos o nosso coração pelo espírito de fortaleza

 “Por este motivo, exorto-te a reavivar a chama do dom de Deus que recebeste pela imposição das minhas mãos. Pois Deus não nos deu um espírito de timidez, mas de fortaleza, de amor e sobriedade” (2Tm 1,6-7).

Paulo está dirigindo essa carta ao seu filho Timóteo. Ontem, celebramos a conversão do apóstolo Paulo, e agora estamos celebrando estes dois discípulos de Paulo: Timóteo e Tito, que são como dois filhos na fé.

O Paulo convertido converte outros para amar Jesus; o Paulo que não é convertido desviou tantos do caminho de Jesus. Por isso, hoje, precisamos ser pessoas verdadeiramente convertidas para convencermos as pessoas a serem também seguidoras do Senhor.

Como as pessoas serão convencidas se nem nós estamos convencidos? Como as pessoas serão convertidas se nem nós estamos convertidos? Precisamos, de fato, com amor e paixão, abraçar o Evangelho, a fim de que ele faça uma obra em nós, para que também sejamos obras de Deus na vida dos outros. E aqui está o fruto da conversão de Paulo: Timóteo e Tito, como dois filhos de Paulo, como tantos outros serão também, mas esses dois especialmente pelo ardor evangélico, pela força e pelo testemunho, porque também se tornaram apóstolos do Senhor Deus.

Esse espírito é de fortaleza, é esse espírito que nos deixa permanecer fortes e de pé, mesmo sendo fracos

Paulo está convidando-os, especialmente Timóteo, a reavivar a chama do dom, da fé que um dia aquela ação de imposição das mãos de Paulo realizou na vida do discípulo. Imagino Timóteo enfraquecido pelas dificuldades, pelas adversidades, pelas tribulações enfrentadas e sofridas por causa do Evangelho.

Precisamos reavivar, reacender e reanimar; precisamos deixar incendiar o coração por aquele espírito que, um dia, recebemos para seguir Jesus. Veja, esse espírito não é de timidez, não é para nos deixar para baixo, assombrados nem temerosos.

Como nos lembra Paulo, esse espírito é de fortaleza, é esse espírito que nos deixa permanecer fortes e de pé, mesmo sendo fracos. É esse espírito que está em nós que nos leva a amar mesmo quando não somos amados; é esse espírito que nos dá a sobriedade para termos a serenidade da alma, para suportarmos os momentos difíceis, as tribulações e incompreensões pelas quais, muitas vezes, passamos. É esse Espírito que nos dá a sobriedade para não nos envergonharmos do Evangelho, mas para continuarmos a amar Jesus Cristo com todo amor e ardor do coração.

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo - Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios