Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Primeira Leitura (Eclo 4,12-22)

Leitura do Livro do Eclesiástico.

12A sabedoria comunica a vida a seus filhos e acolhe os que a procuram. 13Os que a amam, amam a vida; os que a procuram desde manhã cedo serão repletos de alegria pelo Senhor. 14Quem a ela se apega herdará a glória; para onde for, Deus o abençoará. 15Os que a veneram prestam culto ao Santo; pois Deus ama os que a amam. 16Quem a escutar julgará as nações; quem a ela se dedicar viverá em segurança. 17Se alguém confiar nela, vai recebê-la em herança; e na sua posse continuarão seus descendentes.

18No começo, ela o acompanha por caminhos contrários, 19trazendo-lhe temor e tremor; começa a prová-lo com a sua disciplina, até que ele a tenha em seus pensamentos e nela deponha sua confiança. 20Então voltará a ele em linha reta, o confirmará e lhe dará alegria, 21lhe revelará os seus segredos e lhe dará o tesouro da ciência e da compreensão da justiça. 22Se, porém, se desviar, ela o abandonará e o entregará às mãos de seu inimigo.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

Responsório (Sl 118)

— Os que amam vossa lei, têm grande paz!

— Os que amam vossa lei, têm grande paz!

— Os que amam vossa lei têm grande paz, e não há nada que os faça tropeçar.

— Serei fiel à vossa lei, vossa Aliança; os meus caminhos estão todos ante vós.

— Que prorrompam os meus lábios em canções, pois me fizestes conhecer vossa vontade!

— Desejo a vossa salvação ardentemente e encontro em vossa lei minhas delícias!

— Possa eu viver e para sempre vos louvar; e que me ajudem, ó Senhor, vossos conselhos!

Evangelho (Mc 9,38-40)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 38João disse a Jesus: “Mestre, vimos um homem expulsar demônios em teu nome. Mas nós o proibimos, porque ele não nos segue”.

39Jesus disse: “Não o proibais, pois ninguém faz milagres em meu nome para depois falar mal de mim. 40Quem não é contra nós é a nosso favor”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Ouça a Homilia

É preciso repensar a nossa fé a partir do Mestre Jesus

Jesus Cristo é Aquele que ama, tolera, respeita e acolhe

“Jesus disse: ‘Não o proibais, pois ninguém faz milagres em Meu nome para depois falar mal de Mim. Quem não é contra nós é a nosso favor’” (Marcos 9,39-40).

Jesus formou um grupo, o grupo dos seus discípulos, dos seus seguidores. Mas havia seguidores d’Ele, pessoas que conheciam a Jesus e que não estavam necessariamente naquele grupo. Eram pessoas que faziam parte da multidão, eles ouviam e aprendiam com Jesus e, com certeza, ao voltar para a casa deles, viveriam o que aprenderam com o Mestre.

Há muitos discípulos de Jesus que não estão em nossos “grupinhos”, não estão em nossas pastorais ou nos nossos ministérios. Há muitos discípulos de Jesus que não estão em nossa Igreja. Há muitos discípulos de Jesus que nem professam a fé cristã por diversas circunstâncias, entre elas, nasceram em lugares onde nem se pode professar a fé ou nem a receberam. Porém, não são contra Jesus, eles são a favor d’Ele.

O convite do Mestre não é só para a questão de proibir, e sim para não nos colocar contra; parar de criar guerra, parar de nos colocar uns contra os outros. Nós somos, muitas vezes, escândalos para o mundo, porque somos as pessoas da Igreja que vivem brigando entre si. É pastoral que não aceita outra pastoral; é grupo que não aceita aquele outro grupo.

Talvez tenhamos feito uma experiência de Deus com uma determinada espiritualidade, mas há outros que fizeram um experiência com Ele, até mais profunda do que a nossa, mas com outra. Não meçamos e nem comparemos a espiritualidade do outro; não caiamos nesse mal.

Quem é que pode conter a ação de Deus e do Espírito? Quem somos nós para dizer que aquela experiência do irmão, que é diferente da minha, não é de Deus? Deixe que o próprio Deus julgue, e que façamos aquilo que é a nossa obrigação que é primeiro a de acolher e, depois, a de é amar.

Não podemos dizer que amamos apenas a quem pensa, prega e fala como nós. Pois, corremos um sério risco de implodimos a fé cristã por não sabermos viver a tolerância, o respeito pelo o que é diferente, por quem faz diferente, por quem prega de uma forma diferente; por quem tem uma experiência de Deus diferente da nossa.

Deixe que o Espírito Santo sopre; que Ele conduza a Igreja. E não sejamos instrumentos do mal; não sejamos instrumentos para combater o outro que pensa diferente de nós.

A coisa mais intolerável, dura, cruel que vemos hoje, nas redes sociais, são pessoas da Igreja atacando as pessoas da própria Igreja. O que vemos são pessoas atacando a padres que não falam como elas, que tem uma experiência de fé diferente da nossa. Precisamos dizer a quem segue essa forma de vida, que isso é qualquer coisa, menos cristianismo, menos seguir Jesus Cristo.

Jesus Cristo é Aquele que ama, tolera, respeita e acolhe. É preciso repensar a nossa fé não a partir de nós, e sim a partir do Mestre Jesus.

Deus abençoe você!                                            

Padre Roger Araújo- Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios