Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Primeira Leitura (Jr 3,14-17)

Leitura do Livro do Profeta Jeremias.

14”Convertei-vos, filhos, que vos tendes afastado de mim, diz o Senhor, pois eu sou vosso Senhor; vou tomar-vos, um de uma cidade e dois de uma família, e vos reconduzirei a Sião; 15eu vos darei pastores segundo o meu coração, que vos apascentarão com clarividência e sabedoria. 16Quando vos tiverdes multiplicado e crescerdes na terra, naqueles dias, diz o Senhor, não se falará mais da ‘arca da aliança do Senhor’; ela não virá à memória de ninguém, não se lembrarão dela, não a procurarão nem fabricarão outra. 17Naquele tempo, chamarão Jerusalém Trono do Senhor, em torno dela se reunirão, em nome do Senhor, todos os povos; eles não se deixarão mais levar pelas inclinações de um coração mau”.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

Responsório (Jr 31)

— O Senhor nos guardará qual pastor a seu rebanho.

— O Senhor nos guardará qual pastor a seu rebanho.

— Ouvi, nações, a palavra do Senhor e anunciai-a nas ilhas mais distantes: “Quem dispersou Israel, vai congregá-lo, e o guardará qual pastor a seu rebanho!”

— Pois, na verdade, o Senhor remiu Jacó e o libertou do poder do prepotente. Voltarão para o monte de Sião, entre brados e cantos de alegria afluirão para as bênçãos do Senhor.

— Então a virgem dançará alegremente, também o jovem e o velho exultarão; mudarei em alegria o seu luto, serei consolo e conforto após a guerra.

Evangelho (Mt 13,18-23)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 18“Ouvi a parábola do semeador: 19Todo aquele que ouve a palavra do Reino e não a compreende, vem o Maligno e rouba o que foi semeado em seu coração. Este é o que foi semeado à beira do caminho. 20A semente que caiu em terreno pedregoso é aquele que ouve a palavra e logo a recebe com alegria; 21mas ele não tem raiz em si mesmo, é de momento: quando chega o sofrimento ou a perseguição, por causa da palavra, ele desiste logo. 22A semente que caiu no meio dos espinhos é aquele que ouve a palavra, mas as preocupações do mundo e a ilusão da riqueza sufocam a palavra, e ele não dá fruto. 23A semente que caiu em boa terra é aquele que ouve a palavra e a compreende. Esse produz fruto. Um dá cem, outro sessenta e outro trinta”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Ouça a Homilia

A Palavra de Deus produz frutos em nossa vida

Precisamos deixar que a Palavra cresça em nós, pois se não a deixarmos crescer, não colheremos os frutos

“Todo aquele que ouve a palavra do Reino e não a compreende, vem o Maligno e rouba o que foi semeado em seu coração. Este é o que foi semeado à beira do caminho” (Mateus 13,19).

Escute, com bastante atenção, o Evangelho de hoje, porque, na verdade, é a explicação da parábola da semente da Palavra de Deus. Esta é semeada em nossos corações por diversos meios: na liturgia, na Missa, nos sacramentos, nas redes sociais, por meio dos aplicativos, nos meios de comunicação, nas rádios.

De que forma essa Palavra cai em nosso coração, e precisamos parar para nos revisarmos? Muitas vezes, a Palavra é semeada e nós a escutamos, mas não a compreendemos. Em vez de procurarmos compreendê-la, meditá-la, ruminá-la, deixar que Deus fale ao nosso coração, ficamos na incompreensão, paramos nas dificuldades, e o maligno, de forma astuta, rouba a Palavra do nosso coração.

Ele rouba a Palavra de Deus do nosso coração, sobretudo, porque somos pessoas distraídas, desatentas ou o foco da nossa atenção não se volta inteiramente para a Palavra, mas para outras preocupações. Até recebemos a Palavra com alegria, mas é como diz o Evangelho: “quando chega o sofrimento, a perseguição, nós logo desanimamos, perdemos o vigor, a força que nos movia” (cf. Mateus 13,21), mas o pior é quando a Palavra cai em nosso coração e, movidos pelas ilusões do mundo, iludidos pelo prazeres da vida, deixamos que a Palavra seja sufocada.

A Palavra sufocada não cresce e a semente sufocada não dá frutos. Por que a Palavra de Deus não produz frutos em nossa vida em muitas situações? Porque ela não é acolhida com a devida estima, consideração e atenção que precisa ser.

Se quisermos ser transformados por Deus, a Palavra d’Ele, pequena, cresce e tem o poder de transformar. Precisamos deixar que ela cresça em nós, pois se não a deixarmos crescer, não vamos colher os frutos, para que a nossa vida seja transformada.

Peça: “Senhor, abra o meu coração, a minha mente e compreensão, para que a Tua Palavra cresça em mim e produza muitos frutos”.

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo - Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios