Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Primeira Leitura (1Jo 1,1-4)

Leitura da Primeira Carta de São João.

1Caríssimos, o que era desde o princípio, o que nós ouvimos, o que vimos com os nossos olhos, o que contemplamos e as nossas mãos tocaram da Palavra da Vida, – 2de fato, a Vida manifestou-se e nós a vimos, e somos testemunhas, e a vós anunciamos a Vida eterna, que estava junto do Pai e que se tornou visível para nós – 3isso que vimos e ouvimos, nós vos anunciamos, para que estejais em comunhão conosco. E a nossa comunhão é com o Pai e com seu Filho, Jesus Cristo. 4Nós vos escrevemos estas coisas para que a nossa alegria fique completa.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

Responsório (Sl 96)

— Ó justos, alegrai-vos no Senhor!

— Ó justos, alegrai-vos no Senhor!

— Deus é Rei! Exulte a terra de alegria, e as ilhas numerosas rejubilem! Treva e nuvem o rodeiam no seu trono, que se apoia na justiça e no direito.

— As montanhas se derretem como cera ante a face do Senhor de toda a terra; e assim proclama o céu sua justiça, todos os povos podem ver a sua glória.

— Uma luz já se levanta para os justos, e a alegria, para os retos corações. Homens justos, alegrai-vos no Senhor, celebrai e bendizei seu Santo nome!

Evangelho (Jo 20,2-8)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.

— Glória a vós, Senhor. 

No primeiro dia da semana, 2Maria Madalena saiu correndo e foi encontrar Simão Pedro e o outro discípulo, aquele que Jesus amava, e lhes disse: “Tiraram o Senhor do túmulo, e não sabemos onde o colocaram”. 3Saíram, então, Pedro e o outro discípulo e foram ao túmulo. 4Os dois corriam juntos, mas o outro discípulo correu mais depressa que Pedro e chegou primeiro ao túmulo. 5Olhando para dentro, viu as faixas de linho no chão, mas não entrou. 6Chegou também Simão Pedro, que vinha correndo atrás, e entrou no túmulo. Viu as faixas de linho deitadas no chão 7e o pano que tinha estado sobre a cabeça de Jesus, não posto com as faixas, mas enrolado num lugar à parte. 8Então entrou também o outro discípulo, que tinha chegado primeiro ao túmulo. Ele viu e acreditou.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

O Céu faz festa por nossa vida

O Céu faz festa quando uma criança nasce, quando a vida se manifesta e vem até nós

“De fato, a Vida manifestou-se e nós a vimos, e somos testemunhas, e a vós anunciamos a Vida eterna, que estava junto do Pai e que se tornou visível para nós” (1João 1, 2).

Estamos celebrando a vida eterna que Deus nos trouxe. Não dá para pensarmos na vida sem pensarmos nas crianças, sobretudo porque, quando uma criança nasce, a vida faz festa, porque o nascimento é um grande motivo de alegria não só para o pai e mãe, mas para todos aqueles que fazem parte desse contexto. O nascimento de uma criança deve ser motivo de festa para todo o universo!

O Céu faz festa quando uma criança nasce, quando a vida se manifesta e vem até nós. Cada vida é uma manifestação do amor de Deus entre nós, cada vida que vem à luz é uma manifestação da graça de Deus no meio de nós. É verdade que cada uma delas precisa se revestir da graça divina; e não é à toa que levamos nossas crianças para serem batizadas, para que, desde pequenas, recebam a graça de se tornarem também filhos e filhas de Deus.

Quem nos deu o dom da vida, esse presente, foi Jesus, Nosso Senhor e Salvador, foi o Seu nascimento que nos trouxe a vida nova, à qual somos chamados a viver. Por isso, nesse contexto das Oitavas de Natal de Nosso Senhor Jesus Cristo, queremos fazer uma reverência à vida, queremos realmente assumir a vida nova que Ele nos trouxe e que está pulsando no coração de uma mãe que está grávida. A vida que está pulsando em crianças que estão hospitalizadas e doentes. A vida que está pulsando em uma pessoa, mesmo sendo adulta ou já idosa, mas é uma vida e nós a amamos desde o momento de sua concepção até o último entardecer dela.

A vida de uma criança não é mais valiosa do que a de um idoso. Todos precisamos celebrar a vida, cuidar dela, porque é muito preciosa! É preciso dizer também que não basta viver, é dar-lhe sentido, celebrando-a como dom sagrado. E para que a vida seja celebrada, é preciso introduzir nela o sagrado, que é Deus, é Jesus, a vida nova que Ele trouxe a cada um de nós.

Permita-me dizer ao seu coração: dê qualidade a sua vida. Fala-se tanto em qualidade de vida, de levar a vida com qualidade, e sempre se lembra dos elementos para ter uma boa saúde, boa alimentação e exercícios físicos. Tudo isso é muito importante, não abra mão disso, dê qualidade à sua vida, mas não traga somente qualidade humana para sua vida, qualifique-a no sentido mais sagrado que ela tem. Dê um sabor divino a ela, dê-Lhe o sabor de Deus, o gosto d’Ele que sua vida merece. Que assim seja a vida na sua casa, com seus filhos, onde quer que você esteja.

Onde está o tempero da nossa vida? Manifeste que a sua vida tem gosto, que o tempero d’Ela é Jesus, pois Ele veio para ser sal, fermento, para ser luz! Jesus veio para trazer o equilíbrio interior que nossa vida tanto necessita.

Acolher Jesus é acolher a vida nova no Senhor!

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo - Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova - https://www.facebook.com/rogeraraujo.cn

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios


Notice: Undefined variable: usuario_tk in /var/www/vhosts/jornaluniao.com.br/httpdocs/widget_footer.php on line 245
NULL