Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Primeira Leitura (Eclo 5,1-10)

Leitura do Livro do Eclesiástico.

1Não confies nas tuas riquezas e não digas: “Basta-me viver!” 2Não deixes que tua força te leve a seguir as paixões do coração. 3Não digas: “Quem terá poder sobre mim?” ou: “Quem me fará prestar contas das minhas ações?”, pois o Senhor, com certeza, te castigará. 4Não digas: “Pequei, e que de mal me aconteceu?”, pois o Altíssimo é paciente. 5Não percas o temor por causa do perdão, cometendo pecado sobre pecado. 6Não digas: “A misericórdia do Senhor é grande, ele me perdoará a multidão dos meus pecados!”, 7pois dele procedem misericórdia e cólera, e sua ira se abate sobre os pecadores. 8Não demores em voltar para o Senhor, e não adies de um dia para outro, 9pois a sua cólera vem de repente e, no dia do castigo, serás aniquilado. 10Não te apoies em riquezas injustas, pois elas de nada te valerão no dia da desgraça.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

Responsório (Sl 1)

— É feliz quem a Deus se confia!

— É feliz quem a Deus se confia!

— Feliz é todo aquele que não anda conforme os conselhos dos perversos; que não entra no caminho dos malvados, nem junto aos zombadores vai sentar-se; mas encontra seu prazer na lei de Deus e a medita, dia e noite, sem cessar.

— Eis que ele é semelhante a uma árvore que à beira da torrente está plantada; ela sempre dá seus frutos a seu tempo, e jamais as suas folhas vão murchar. Eis que tudo o que ele faz vai prosperar.

— Mas bem outra é a sorte dos perversos. Ao contrário, são iguais à palha seca espalhada e dispersada pelo vento. Pois Deus vigia o caminho dos eleitos, mas a estrada dos malvados leva à morte.

Evangelho (Mc 9,41-50)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 41“Quem vos der a beber um copo de água, porque sois de Cristo, não ficará sem receber a sua recompensa. 42E se alguém escandalizar um desses pequeninos que creem, melhor seria que fosse jogado no mar com uma pedra de moinho amarrada ao pescoço.

43Se tua mão te leva a pecar, corta-a! 44É melhor entrar na Vida sem uma das mãos, do que, tendo as duas, ir para o inferno, para o fogo que nunca se apaga. 45Se teu pé te leva a pecar, corta-o! 46É melhor entrar na Vida sem um dos pés, do que, tendo os dois, ser jogado no inferno. 47Se teu olho te leva a pecar, arranca-o! É melhor entrar no Reino de Deus com um olho só, do que, tendo os dois, ser jogado no inferno, 48‘onde o verme deles não morre, e o fogo não se apaga’. 49Pois todos hão de ser salgados pelo fogo. 50Coisa boa é o sal. Mas se o sal se tornar insosso, com que lhe restituireis o tempero? Tende, pois, sal em vós mesmos e vivei em paz uns com os outros.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Ouça a Homilia

A paz nos coloca na presença de Deus e nos leva para Ele

Se não vivo a paz com os meus irmãos, não tenho o sabor de Deus em minha vida 

“(…) Tende, pois, sal em vós mesmos e vivei em paz uns com os outros” (Marcos 9,50).

No Evangelho de hoje, Jesus nos convida, em primeiro lugar, à prática da mortificação e da penitência. Mas não é a mortificação simplesmente para se mortificar, é para conceder sabor à nossa vida cristã. Não há vida cristã autêntica, sem a prática da penitência, sem revermos os nossos atos, atitudes; sem rever aquilo que fazemos e realizamos.

Muitas vezes, o nosso olhar não está focado. Então, olhemos! Direcionemos o nosso olhar. Muitas vezes, a nossa mão, o nosso corpo, os nossos pensamentos não fazem aquilo que é essencial, ou estão se perdendo.

Se a nossa mão nos leva a pecar; se ela se torna omissa; se a nossa mão se torna incontrolável usando controle remoto, computador, celulares, então, arranquemo-a. Vejo que, hoje, nos perdemos nas redes sociais o tempo inteiro, não conseguimos parar de teclar. Por vezes, nos perdemos no olhar, com aquela curiosidade mórbida, onde precisamos saber o que outro disse. É o tempo inteiro procurando nas redes sociais, simplesmente por curiosidade, e não podemos mais a conter.

Somos chamados a fazermos uma penitência, uma mortificação. Chamados a abrir mão daquilo que achamos que é essencial, porque não é essencial. Se nossos Smartphones (celulares) nos levas a pecar, fiquemos sem eles. É melhor entrar no Reino do Céu sem eles, do que termos dez celulares e irmos para o inferno.

Não nos deixemos perder neste mundo. Porque o que perdemos é o “sal”, o sabor da vida cristã. Pois estamos muito cheios de coisas mundanas direcionando a nossa vida e nos tornamos insosso. E para que serve um sal que está insosso, sem sabor, sem gosto? Serve para ser jogado fora, porque não serve para mais nada. Não percamos o sentido, o significado e o sabor da nossa vida cristã.

Vivamos em paz com os irmãos

Por último, além de recuperar o sabor (retirando aquilo que tira o sabor nós), vivamos em paz uns com os outros. Falando mal um dos outros nas redes sociais; combatendo as pessoas, criando guerras; nos colocando uns contra os outros, disseminando discórdias, fazendo tantas coisas contrárias e, muitas vezes, em nome da fé, dessa forma, como é que viveremos em paz e a promoveremos?

Viver a paz é mais importante do que aquilo que acreditamos, do que as nossas convicções. A paz nos coloca na presença de Deus e nos leva para Ele. Podemos conhecer a todos os mistérios de Deus, mas se não vivemos a paz com os nossos irmãos, não temos o sabor de Deus em nossa vida.   

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo - Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios