Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Primeira Leitura (At 12,24-13,5a)

Leitura dos Atos dos Apóstolos.

Naqueles dias, 24a palavra do Senhor crescia e se espalhava cada vez mais. 25Barnabé e Saulo, tendo concluído seu ministério, voltaram de Jerusalém, trazendo consigo João, chamado Marcos.

13,1Na Igreja de Antioquia, havia profetas e doutores. Eram eles: Barnabé, Simeão, chamado o Negro, Lúcio de Cirene, Manaém, que fora criado junto com Herodes, e Saulo.

2Um dia, enquanto celebravam a liturgia, em honra do Senhor, e jejuavam, o Espírito Santo disse: “Separai para mim Barnabé e Saulo, a fim de fazerem o trabalho para o qual eu os chamei”. 3Então eles jejuaram e rezaram, impuseram as mãos sobre Barnabé e Saulo, e deixaram-nos partir.

4Enviados pelo Espírito Santo, Barnabé e Saulo desceram a Selêucia e daí navegaram para Chipre. 5aQuando chegaram a Salamina, começaram a anunciar a Palavra de Deus nas sinagogas dos judeus. Eles tinham João como ajudante.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

Responsório (Sl 66)

— Que as nações vos glorifiquem ó Senhor, que todas as nações vos glorifiquem.

— Que as nações vos glorifiquem ó Senhor, que todas as nações vos glorifiquem.

— Que Deus nos dê a sua graça e sua bênção, e sua face resplandeça sobre nós! Que na terra se conheça o seu caminho e a sua salvação por entre os povos.

— Exulte de alegria a terra inteira, pois julgais o universo com justiça; os povos governais com retidão, e guiais, em toda a terra, as nações.

— Que as nações vos glorifiquem, ó Senhor, que todas as nações vos glorifiquem! Que o Senhor e nosso Deus nos abençoe, e o respeitem os confins de toda a terra!

Evangelho (Jo 12,44-50)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 44Jesus exclamou em alta voz: “Quem crê em mim não é em mim que crê, mas naquele que me enviou. 45Quem me vê, vê aquele que me enviou. 46Eu vim ao mundo como luz, para que todo aquele que crê em mim não permaneça nas trevas.

47Se alguém ouvir as minhas palavras e não as observar, eu não o julgo, porque eu não vim para julgar o mundo, mas para salvá-lo. 48Quem me rejeita e não aceita as minhas palavras já tem o seu juiz: a palavra que eu falei o julgará no último dia. 49Porque eu não falei por mim mesmo, mas o Pai, que me enviou, ele é quem me ordenou o que eu devia dizer e falar. 50E eu sei que o seu mandamento é vida eterna. Portanto, o que eu digo, eu o digo conforme o Pai me falou”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Ouça a Homilia

Deixemo-nos guiar pela luz de Cristo

 “Eu vim ao mundo como luz, para que todo aquele que crê em mim não permaneça nas trevas” (João 12,46).

Você sabe que todo aquele que crê em Jesus, crê que Ele é o enviado de Deus. Crê não somente em Jesus, mas também n’Aquele que O enviou. Crê no Pai, Senhor da Vida, Senhor que ilumina a nossa vida.

A luz que o Pai nos dá é o Seu próprio Filho: “Eu vim ao mundo como luz, para que todo aquele que crê em mim não permaneça nas trevas…”, na escuridão, na ilusão, nos caminhos tenebrosos, mas encontre no caminho da vida.

Como existem caminhos escuros nesta vida! Como existem tantas obscuridades nos caminhos por onde andamos! Mas não podemos perder a direção de viver. A direção da nossa vida está em Jesus. Sigamos Ele, olhemos para Ele e deixemos que a nossa vida seja dirigida, iluminada, guiada e conduzida pelo Senhor da Vida que é Jesus.

A nossa comunhão com Cristo é crer em Sua Palavra, é crer na Palavra que Ele traz para nós, é crer que Ele é a Palavra, e o nosso encontro com ela é o nosso encontro com Ele. Quando me deixo guiar e conduzir pela Palavra de Jesus, Ele traz luz às situações mais escuras da minha vida.

É Jesus quem nos traz a luz, a graça e a direção

Às vezes, encontramo-nos naquela penumbra, sem saber o que fazer, estamos tomados por uma obscuridade que tem nome, que se chama ansiedade. A ansiedade é a pressa de ter respostas para as coisas, a ansiedade leva-nos a ser precipitados, ao mesmo tempo, iludidos; e estamos facilmente tão enganados!

Precisamos vencer essas trevas que fazem o nosso coração sucumbir na precipitação, na agitação, em meio a tudo aquilo que precisamos resolver na vida. Por isso não podemos tirar de Jesus o nosso olhar, sobretudo em meio às contrariedades todas que passamos.

Quando nos agitamos, perturbamo-nos, revoltamo-nos e inquietamo-nos. Então, quando as coisas estiverem dando errado para nós, acalmemos o nosso coração, não nos voltemos para as coisas tenebrosas. Voltemos nossa atenção para Jesus, e vamos pedindo a luz d’Ele para iluminar cada situação obscura que vivemos. Supliquemos para que Ele nos tire das trevas que envolvem a nossa alma, supliquemos a libertação e a restauração. Supliquemos para caminhar na presença de Jesus mesmo que tenhamos que passar pelas sombras mais tenebrosas da morte.

É Jesus quem nos conduz pela mão, é Ele quem nos traz a luz, a graça e a direção para a nossa vida. Ele veio ao mundo como luz, por isso não permaneçamos nas trevas, guardemos Suas Palavras, observemos Seus mandamentos e nos deixemos guiar pela luz, que é Nosso Senhor e Salvador Jesus.

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo - Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.