Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Bíblia Sagrada - Liturgia do dia 28/12/2017

Primeira Leitura (1Jo 1,5 –2,2)

Leitura da Primeira Carta de São João.

5Caríssimos, a mensagem que ouvimos de Jesus Cristo e vos anunciamos é esta: Deus é luz e nele não há trevas. 6Se dissermos que estamos em comunhão com ele, mas andamos nas trevas, estamos mentindo e não nos guiamos pela verdade. 7Mas, se andamos na luz, como ele está na luz, então estamos em comunhão uns com os outros, e o sangue de seu Filho Jesus nos purifica de todo pecado.

8Se dissermos que não temos pecado estamo-nos enganando a nós mesmos, e a verdade não está dentro de nós. 9Se reconhecermos nossos pecados, então Deus se mostra fiel e justo, para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda culpa. 10Se dissermos que nunca pecamos, fazemos dele um mentiroso e sua palavra não está dentro de nós. 2,1Meus filhinhos, escrevo isto para que não pequeis. No entanto, se alguém pecar, temos junto do Pai um Defensor: Jesus Cristo, o Justo. 2Ele é a vítima de expiação pelos nossos pecados, e não só pelos nossos, mas também pelos pecados do mundo inteiro.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

Responsório (Sl 123)

— Nossa alma como um pássaro escapou do laço que lhe armara o caçador.

— Nossa alma como um pássaro escapou do laço que lhe armara o caçador.

— Se o Senhor não estivesse ao nosso lado, quando os homens investiram contra nós, com certeza nos teriam devorado no furor de sua ira contra nós.

— Então as águas nos teriam submergido, a correnteza nos teria arrastado, e então, por sobre nós teriam passado essas águas sempre mais impetuosas.

— O laço arrebentou-se de repente, e assim nós conseguimos libertar-nos. O nosso auxílio está no nome do Senhor, do Senhor que fez o céu e fez a terra.

Evangelho (Mt 2,13-18)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.

— Glória a vós, Senhor.

13Depois que os magos partiram, o Anjo do Senhor apareceu em sonho a José e lhe disse: “Levanta-te, pega o menino e sua mãe e foge para o Egito! Fica lá até que eu te avise! Porque Herodes vai procurar o menino para matá-lo”. 14José levantou-se de noite, pegou o menino e sua mãe, e partiu para o Egito. 15Ali ficou até a morte de Herodes, para se cumprir o que o Senhor havia dito pelo profeta: “Do Egito chamei o meu Filho”.16Quando Herodes percebeu que os magos o haviam enganado, ficou muito furioso. Mandou matar todos os meninos de Belém e de todo o território vizinho, de dois anos para baixo, exatamente conforme o tempo indicado pelos magos. 17Então se cumpriu o que foi dito pelo profeta Jeremias: 18“Ouviu-se um grito em Ramá, choro e grande lamento: é Raquel que chora seus filhos, e não quer ser consolada, porque eles não existem mais”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Ouça a Homilia

https://www.youtube.com/watch?time_continue=1&v=BorPnwNpCLM

Oremos pela vida de nossas crianças

Toda a humanidade deveria voltar-se, para salvar a vida das crianças

“Herodes mandou matar todos os meninos de Belém, e de todo o território vizinho, de dois anos para baixo, exatamente conforme o tempo indicado pelos magos” (Mateus 2,16).

Na alegria desse tempo Natalino, não podemos fechar os olhos para a realidade da vida a qual vivemos. O nascimento de Jesus trouxe luz e alegria, mas, também trouxe descontentamento e opositores. Trouxe aqueles que se manifestaram contra à vida, porque Jesus veio para que todos tenham vida em abundância.

Quiseram matar Jesus ainda criança, seus pais fugiram para o Egito para salvar a vida d’Ele. Por causa d’Ele e querendo encontra-Lo, Herodes violento e maldoso, mandou matar todas as crianças. Infelizmente, o que Herodes fez continua acontecendo até nos dias de hoje. Crianças morrem de forma inocente, morrem ainda no ventre de muitas mães, morrem nos primeiros dias de vida, morrem vítimas de violência, de espancamento, vítimas da fome, morrem porque não são amadas, cuidadas e nem tratadas com a dignidade devida.

Não podemos fechar os olhos e achar que, agora no Natal tudo é festa, luz e alegria. Olhando para o mundo do jeito em que ele se encontra, precisamos resgatar vidas, porque é belo saber que Deus nos trouxe a vida, mas Ele veio para que todos a tenham, e “todos” incluem, principalmente, as nossas crianças. Elas precisam, em primeiro lugar, serem amadas, cuidadas, respeitadas, valorizadas e resgatadas. Se a mulher, por algum motivo ou por alguma loucura da vida, não quiser ter um filho, mas, mesmo assim gera-lo; em hipótese alguma ela terá o direito de tirar esse filho. Ainda que outros cuidem dessa criança, o ideal é que a mãe cuide, mas matar jamais.

Jamais a cultura do aborto. Nenhuma permissão para o aborto devemos dar, porém, cuidemos da criança que nasceu; precisamos dar condições mínimas para que essas crianças sobrevivam.

Toda a humanidade deveria voltar-se, para salvar a vida das crianças. Existem campanhas maravilhosas de combate ao aborto e vamos continuar combatendo a favor da vida. A criança quando nasce precisa ser acolhida, amada, cuidada, precisa ter o nosso carinho. Ajudemos, meus irmãos, as famílias mais pobres, ajudemos as mães que passam por dificuldades psicológicas, psíquicas, afetivas e espirituais.

Onde existir uma vida humana, que possamos dar o melhor de nós para ela; não é tomar a criança da”mão de suas mães”; o ideal é que cada mãe cuide dos seus filhos, mas, o que pudermos fazer para darmos o nosso apoio espiritual, psicológico, afetivo, humano e espiritual; o façamos. Pois, é Jesus que está presente em cada uma dessas crianças.

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios