Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Primeira Leitura (Am 2,6-10.13-16)

Leitura da Profecia de Amós.

6Isto diz o Senhor: “Pelos três crimes de Israel, pelos seus quatro crimes, não retirarei a palavra: porque eles vendem o justo por dinheiro e o indigente pelo preço de um par de chinelos; 7pisam, na poeira do chão, a cabeça dos pobres, e impedem o progresso dos humildes; filho e pai vão à mesma mulher, profanando meu santo nome; 8deitando-se junto a qualquer altar, usando roupas que foram entregues em penhor, bebem vinho à custa de pessoas multadas, na casa de Deus. 9Entretanto, eu tinha aniquilado, diante deles, os amorreus, homens espadaúdos como cedros e robustos como carvalhos, destruindo-lhes os frutos na ramada e arrancando-lhes as raízes. 10Fui eu que vos fiz sair da terra do Egito e vos guiei pelo deserto, durante quarenta anos, para ocupardes a terra dos amorreus.

13Pois bem, eu vos calcarei aos pés, como calca o chão a carroça carregada de feixes; 14o mais ágil não conseguirá fugir, o mais forte não achará força, o valente não salvará a vida; 15o arqueiro não resistirá de pé, o corredor veloz não terá pernas para escapar, nem se salvará o cavaleiro; 16o mais corajoso dentre os corajosos fugirá nu, naquele dia”, diz o Senhor.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

Salmo Responsorial (Sl 49)

— Entendei isto, todos vós que esqueceis o Senhor Deus!

— Entendei isto, todos vós que esqueceis o Senhor Deus!

— “Como ousas repetir os meus preceitos e trazer minha Aliança em tua boca? Tu que odiaste minhas leis e meus conselhos e deste as costas às palavras dos meus lábios!

— Quando vias um ladrão, tu o seguias e te juntavas ao convívio dos adúlteros. Tua boca se abriu para a maldade e tua língua maquinava a falsidade.

— Assentado, difamavas teu irmão, e ao filho de tua mãe injuriavas. Diante disso que fizeste, eu calarei? Acaso pensas que eu sou igual a ti? É disso que te acuso e repreendo e manifesto essas coisas aos teus olhos.

— Entendei isto, todos vós que esqueceis Deus, para que eu não arrebate a vossa vida, sem que haja mais ninguém para salvar-vos! Quem me oferece um sacrifício de louvor, este sim é que me honra de verdade. A todo homem que procede retamente, eu mostrarei a salvação que vem de Deus”.

(Español)

Segunda lectura (II Timoteo 4:6-8, 17-18)

6 Porque yo estoy a punto de ser derramado en libación y el momento de mi partida es inminente. 7 He competido en la noble competición, he llegado a la meta en la carrera, he conservado la fe.

8 Y desde ahora me aguarda la corona de la justicia que aquel Día me entregará el Señor, el justo Juez; y no solamente a mí, sino también a todos los que hayan esperado con amor su Manifestación.

17 Pero el Señor me asistió y me dio fuerzas para que, por mi medio, se proclamara plenamente el mensaje y lo oyeran todos los gentiles. Y fui librado de la boca del león.

18 El Señor me librará de toda obra mala y me salvará guardándome para su Reino celestial. A él la gloria por los siglos de los siglos. Amén.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

Evangelho (Mt 8,18-22)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus. 

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 18vendo uma multidão ao seu redor, Jesus mandou passar para a outra margem do lago. 19Então um mestre da Lei aproximou-se e disse: “Mestre, eu te seguirei aonde quer que tu vás”. 20Jesus lhe respondeu: “As raposas têm suas tocas e as aves dos céus têm seus ninhos; mas o Filho do Homem não tem onde reclinar a cabeça”. 21Um outro dos discípulos disse a Jesus: “Senhor, permite-me que primeiro eu vá sepultar meu pai”. 22Mas Jesus lhe respondeu: “Segue-me, e deixa que os mortos sepultem os seus mortos”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Ouça a Homilia

Seguir Jesus é carregar a Sua cruz a cada dia

 “‘Mestre, eu te seguirei aonde quer que tu vás’. Jesus lhe respondeu: ‘As raposas têm suas tocas e as aves dos céus têm seus ninhos; mas o Filho do Homem não tem onde reclinar a cabeça’” (Mateus 8,19-20).

Vontade de seguir Jesus nós até temos, mas disposição para abandonar tudo nós não temos, ou temos pouca disposição. Mas abandonar tudo o quê? Primeiro, o nosso jeito pecador, soberbo e orgulhoso de ser. Queremos a vida conduzida sempre do nosso jeito, e como queremos! “Eu te seguirei, Senhor. Até vou dar a minha vida por Ti, como lá atrás Pedro falou.”

Hoje, muitos cantam: “Eu te seguirei onde quer que Tu vás, Senhor. Eu também vou, eu também te seguirei. Onde quer que Tu vás, eu também irei, Senhor”.

Cada raposa tem a sua toca, cada ave tem o seu ninho, mas quem segue Jesus não tem a vida cômoda e fácil. Quem segue Jesus não vai encontrar a vida ajeitadinha do jeito que quer.

Seguir Jesus é permitir contrariar-se. Seguir Jesus é contrariar-se para desfazer-se, para despojar-se, é deixar-se refazer pelo Mestre.

Seguir Jesus é saber lidar com os incômodos da vida, seguir Jesus e querer conjugar o seguimento com uma vida prazerosa, sem dores e sem problemas. Não tem como segui-Lo, de forma alguma, porque o seguimento de Jesus se faz enfrentando a vida como ela é, enfrentando as dores, os dessabores; sabendo segui-Lo na prosperidade e também quando nos falta as coisas.

Vontade de seguir Jesus nós até temos, mas disposição para abandonar tudo nós não temos 

Existe uma ilusão, uma religião terrível de querer colocar na cabeça de muitos de nós que seguir Jesus significa prosperidade; pregam a prosperidade material como sinônimo da bênção, e a falta disso e daquilo como maldição. Não é esse o Evangelho de Jesus, não é esse Jesus que seguimos, não é esse Jesus que está nos chamando para o Seu seguimento.

Ao seguirmos Jesus, muitas vezes, vamos ter as coisas de que precisamos, mas em muitos momentos não. Nunca amamos Jesus por aquilo que Ele pode nos dar, mas amamos Jesus por aquilo que Ele é.

Na fartura, amamos; quando nos falta tudo, amamos mais ainda. Quando estamos cheios de saúde, Deus seja glorificado. Quando não temos mais saúde nenhuma, Deus seja mais amado ainda.

Sei que seguir Jesus para alguns significa: “Tenho saúde, estou na bênção. Estou doente, Deus me abandonou”. Ele morreu na cruz sem nada, com todas as dores e sofrimentos, por isso, segui-Lo é na alegria e na tristeza, na saúde e na enfermidade, e não cair na tentação de querer criar a religião do prazer, da vida fácil e das comodidades.

Seguir Jesus é carregar a Sua cruz a cada dia da nossa vida.     

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo - Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

São Pedro e São Paulo Apóstolos

Estes santos são considerados “os cabeças dos apóstolos” por terem sido os principais líderes da Igreja Cristã Primitiva, tanto por sua fé e pregação, como pelo ardor e zelo missionários.

Pedro, que tinha como primeiro nome Simão, era natural de Betsaida, irmão do Apóstolo André. Pescador, foi chamado pelo próprio Jesus e, deixando tudo, seguiu ao Mestre, estando presente nos momentos mais importantes da vida do Senhor, que lhe deu o nome de Pedro.

Em princípio, fraco na fé, chegou a negar Jesus durante o processo que culminaria em Sua morte por crucifixão. O próprio Senhor o confirmou na fé após Sua ressurreição (da qual o apóstolo foi testemunha), tornando-o intrépido pregador do Evangelho através da descida do Espírito Santo de Deus, no Dia de Pentecostes, o que o tornou líder da primeira comunidade. Pregou no Dia de Pentecostes e selou seu apostolado com o próprio sangue, pois foi martirizado em uma das perseguições aos cristãos, sendo crucificado de cabeça para baixo a seu próprio pedido, por não se julgar digno de morrer como seu Senhor, Jesus Cristo. Escreveu duas Epístolas e, provavelmente, foi a fonte de informações para que São Marcos escrevesse seu Evangelho.

Paulo, cujo nome antes da conversão era Saulo ou Saul, era natural de Tarso. Recebeu educação esmerada “aos pés de Gamaliel”, um dos grandes mestres da Lei na época. Tornou-se fariseu zeloso, a ponto de perseguir e aprisionar os cristãos, sendo responsável pela morte de muitos deles.

Converteu-se à fé cristã no caminho de Damasco, quando o próprio Senhor Ressuscitado lhe apareceu e o chamou para o apostolado. Recebeu o batismo do Espírito Santo e preparou-se para o ministério.

Tornou-se um grande missionário e doutrinador, fundando muitas comunidades. De perseguidor passou a perseguido, sofreu muito pela fé e foi coroado com o martírio, sofrendo morte por decapitação. Escreveu treze Epístolas e ficou conhecido como o “Apóstolo dos gentios”.

São Pedro e São Paulo, rogai por nós!

Ouça a história de São Pedro e São Paulo

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios