Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Primeira Leitura (1Jo 2,12-17)
Leitura da Primeira Carta de São João.

12Eu vos escrevo, filhinhos: os vossos pecados foram perdoados por meio do seu nome. 13Eu vos escrevo, pais: vós conheceis aquele que é desde o princípio. Eu vos escrevo, jovens: vós vencestes o maligno.

14Já vos escrevi, filhinhos: vós conheceis o Pai. Já vos escrevi, jovens: vós sois fortes, a Palavra de Deus permanece em vós e vencestes o Maligno.

15Não ameis o mundo, nem o que há no mundo. Se alguém ama o mundo, não está nele o amor do Pai. 16Porque tudo o que há no mundo – as paixões da natureza, a concupiscência dos olhos e a ostentação da riqueza – não vem do Pai, mas do mundo.

17Ora, o mundo passa, e também a sua concupiscência; mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

Responsório (Sl 95)

— O céu se rejubile e exulte a terra!

— O céu se rejubile e exulte a terra!
— Ó família das nações, dai ao Senhor, ó nações, dai ao Senhor poder e glória, dai-lhe a glória que é devida ao seu nome!

— Oferecei um sacrifício nos seus átrios, adorai-o no esplendor da santidade, terra inteira, estremecei diante dele!

— Publicai entre as nações: Reina o Senhor! Ele firmou o universo inabalável, e os povos ele julga com justiça.

Evangelho (Lc 2,36-40)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.

— Glória a vós, Senhor.
Naquele tempo, 36havia também uma profetisa, chamada Ana, filha de Fanuel, da tribo de Aser. Era de idade muito avançada; quando jovem, tinha sido casada e vivera sete anos com o marido.

37Depois ficara viúva, e agora já estava com oitenta e quatro anos. Não saía do Templo, dia e noite servindo a Deus com jejuns e orações. 38Ana chegou nesse momento e pôs-se a louvar a Deus e a falar do menino a todos os que esperavam a libertação de Jerusalém. 39Depois de cumprirem tudo, conforme a Lei do Senhor, voltaram à Galileia, para Nazaré, sua cidade. 40O menino crescia e tornava-se forte, cheio de sabedoria; e a graça de Deus estava com ele.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Ouça a Homilia

Permita que seu coração seja preenchido pelo Espírito Santo

 “Ana chegou nesse momento e pôs-se a louvar a Deus e a falar do menino a todos os que esperavam a libertação de Jerusalém” (Lucas 2,38).

Continuamos a acompanhar, na Oitava do Natal de Jesus, a presença de Jesus no Templo. Se ontem nós contemplamos Jesus nos braços de Simeão, ali também estava uma profetisa, uma viúva chamada Ana, ela já era de idade avançada, tornada-se viúva muito jovem, ficou casada apenas sete anos e, desde então, com seus 84 anos de idade, servia a Deus dia e noite no Templo. Ela consagrou a sua viuvez ao Senhor e servia a Deus com jejuns e orações, ela se colocava toda para Ele.

Cada um no seu estado de vida, na sua condição de vida, deve colocar-se para servir a Deus: casado, casada, solteira, viúva… Olho tantas viúvas, muitas vezes, vivendo as angústias da vida e podendo viver uma viuvez frutífera e abençoada na presença do Senhor nosso Deus. É óbvio que, se uma viúva ou um viúvo irá se casar de novo vai continuar na bênção e na graça, mas se não vai, não se sinta nem um pouco inferiorizada, sinta-se livre para a graça, sinta-se abençoada para se colocar a serviço da vida e do Senhor, como Ana se colocou.

Quem se deixa mover pelo Espírito, ser guiado pelo Espírito, uma graça de Deus o conduz em qualquer época da vida

O que é importante para todos nós, independente do nosso estado de vida? É preciso nos colocarmos na presença de Deus para sermos homens e mulheres do Espírito. O que diferenciou Simeão e o que diferenciou Ana é porque eram cheios do Espírito Santo de Deus, e quem se deixa mover pelo Espírito, ser guiado pelo Espírito, uma graça de Deus o conduz em qualquer época da vida.

O jovem precisa ser um jovem cheio do Espírito Santo, uma mulher casada precisa ser uma mulher casada cheia do Espírito Santo, o homem casado, o sacerdote, o viúvo ou uma viúva, nossas crianças precisam ser cheias do Espírito Santo.

O que se fala de Jesus é que esse menino - agora é um menino - Ele está crescendo, vai se tornando forte, mas sobretudo, cheio da sabedoria e a graça de Deus, o Espírito de Deus estava com Ele.

O que precisamos dar para os nossos filhos? Damos aquilo que nós temos, precisamos que os nossos filhos cresçam com a sabedoria de Deus, cresçam com a graça de Deus, cresçam com o Espírito de Deus, mas, se enchemos nossa casa, nossa família, nossos filhos somente das coisas do mundo, é com as coisas do mundo que nossos filhos vão crescer. E estão se tornando filhos mundanos dentro de nossas casas porque não enchemos os nossos filhos da graça do Espírito. Não oramos com os nossos filhos, não damos às coisas santas para os nossos filhos, hoje nem vemos mais crianças com o terço na mão, é raridade quando você encontra, pois as tecnologias, como outras coisas é que tomam conta dos sentimentos dos nossos.

Para chegar a uma viuvez tão abençoada é preciso, desde cedo, ter uma vida agraciada por Deus. Por isso, cuidemos dos nossos, cuidemos de nós, para que, como Jesus, podemos crescer e os nossos podemos crescer cheios da graça do Espírito Santo.

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo - Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova - https://www.facebook.com/pe.rogeraraujo/?fref=ts

#JornalUnião

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.