Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Depois da Santa Missa presidida na terça-feira, 17, agora o momento é de profunda Adoração

 Centenas de fiéis se reuniram na terça-feira, 17, para rezar pelas vítimas do Haiti e Afeganistão na Catedral Metropolitana de Londrina. A Santa Missa foi presidida pelo Cura da Catedral, padre José Rafael Solano Durán,  que fez um apelo à participação da comunidade neste momento de dor e aflição que atinge os irmãos desses países.  “Precisamos prestar nosso carinho, nossa solidariedade nesta hora de profunda angústia. É impossível ficarmos inertes diante dessas tragédias” – comentou. 

Padre Rafael, em sua homilia, citou a primeira leitura do livro dos Juízes e salientou que “como Gedeão, estamos todos perdidos, cansados, doloridos. No entanto, todos os dias ouvimos a voz de Deus que diz: ‘com as forças que tu tens, levanta-te, vai adiante porque eu vou te segurar’. E é isso que nos faz acreditar todos os dias: o Senhor está conosco” – enfatizou. 

E foi adiante: “os rostos dos irmãos haitianos que em menos de 10 anos perderam tudo; as imagens de sofrimento do povo afegão vão ficar marcadas pra sempre na nossa memória. Diante de tudo isso, só nos resta clamar: Senhor, não queremos recompensa nenhuma, não queremos riquezas, dai-nos um sinal de que as coisas vão mudar”. 

Nesta sexta, dia 20 de agosto, padre Rafael Solano reúne pastorais e movimentos na Catedral para a Adoração ao Santíssimo Sacramento – as orações vão se  voltar aos irmãos do Haiti e Afeganistão e pela paz no mundo.  A Adoração é aberta à comunidade e será realizada das 7h30 às 14h45.

Julia Bicas/Asimp

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.