Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Bíblia Sagrada - Liturgia do dia 19/10/2016

Primeira Leitura (Ef 3,2-12)

Leitura da Carta de São Paulo aos Efésios.

Irmãos, 2se ao menos soubésseis da graça que Deus me concedeu para realizar o seu plano a vosso respeito,3como, por revelação, tive conhecimento do mistério, tal como o esbocei rapidamente. 4Ao ler-me, podeis conhecer a percepção que eu tenho do mistério de Cristo. 5Este mistério, Deus não o fez conhecer aos homens de gerações passadas mas acaba de o revelar agora, pelo Espírito, aos seus santos apóstolos e profetas: 6os pagãos são admitidos à mesma herança, são membros do mesmo corpo, são associados à mesma promessa em Jesus Cristo, por meio do Evangelho. 7Disto eu fui feito ministro pelo dom da graça que Deus me concedeu no exercício de seu poder. 8Eu, que sou o último de todos os santos, recebi esta graça de anunciar aos pagãos a insondável riqueza de Cristo 9e de mostrar a todos como Deus realiza o mistério desde sempre escondido nele, o criador do universo. 10Assim, doravante, as autoridades e poderes nos céus conhecem, graças à Igreja, a multiforme sabedoria de Deus, 11de acordo com o desígnio eterno que ele executou em Jesus Cristo, nosso Senhor. 12Em Cristo nós temos, pela fé nele, a liberdade de nos aproximar de Deus com toda confiança.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

Responsório (Is 12,2-3)

— Com alegria bebereis do manancial da salvação.

— Com alegria bebereis do manancial da salvação.

— Eis o Deus, meu Salvador, eu confio e nada temo; o Senhor é minha força, meu louvor e salvação. Com alegria bebereis do manancial da salvação.

— E direis naquele dia: “Dai louvores ao Senhor, invocai seu santo nome, anunciai suas maravilhas, entre os povos proclamai que seu nome é o mais sublime.

— Louvai cantando ao nosso Deus, que fez prodígios e portentos, publicai em toda a terra suas grandes maravilhas, entre os povos proclamai que o seu nome é o mais sublime.

— Louvai cantando ao nosso Deus, que fez prodígios e portentos, publicai em toda terra suas grandes maravilhas! Exultai cantando alegres, habitantes de Sião, porque é grande em vosso meio o Deus Santo de Israel!”.

Evangelho (Lc 12,39-48)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.

— Glória a vós, Senhor. 

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 39“Ficai certos: se o dono da casa soubesse a hora em que o ladrão iria chegar, não deixaria que arrombasse a sua casa. 40Vós também ficai preparados! Porque o Filho do Homem vai chegar na hora em que menos o esperardes”.

41Então Pedro disse: “Senhor, tu contas esta parábola para nós ou para todos?” 42E o Senhor respondeu: “Quem é o administrador fiel e prudente que o senhor vai colocar à frente do pessoal de sua casa para dar comida a todos na hora certa? 43Feliz o empregado que o patrão, ao chegar, encontrar agindo assim! 44Em verdade eu vos digo: o senhor lhe confiará a administração de todos os seus bens. 45Porém, se aquele empregado pensar: ‘Meu patrão está demorando’, e começar a espancar os criados e as criadas, e a comer, a beber e a embriagar-se, 46o senhor daquele empregado chegará num dia inesperado e numa hora imprevista, ele o partirá ao meio e o fará participar do destino dos infiéis.

47Aquele empregado que, conhecendo a vontade do senhor, nada preparou, nem agiu conforme a sua vontade, será chicoteado muitas vezes. 48Porém, o empregado que não conhecia essa vontade e fez coisas que merecem castigo, será chicoteado poucas vezes. A quem muito foi dado, muito será pedido; a quem muito foi confiado, muito mais será exigido!”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Sejamos cuidadosos com nossa vida

Peçamos a Deus para recobrar, para estarmos atentos e vigilantes, cuidadosos e responsáveis por esse dom maravilhoso que é a nossa vida

“A quem muito foi dado, muito será pedido; a quem muito foi confiado, muito mais será exigido!” (Lucas 12, 48). 

A Palavra de Deus, que vem hoje ao nosso encontro, mostra-nos a necessidade de estarmos preparados, vigilantes e cuidadosos com a nossa vida.

Foi Deus quem nos confiou este dom, recebemos como presente o dom de viver e precisamos viver bem a cada dia. Precisamos cuidar da nossa vida e aplicar o melhor para que cada dia seja único.

Não podemos levar a vida de qualquer jeito, deixar que ela nos leve para qualquer lugar, de qualquer forma. Uma vez que nos foi dado juízo e responsabilidade, apliquemos o juízo que recebemos. E se nos falta o juízo, porque parece, muitas vezes, que o juízo foge, vai longe. Peçamos a Deus para recobrar, para acordar, para estarmos atentos e vigilantes, cuidadosos e responsáveis por esse dom maravilhoso que é a vida de cada um de nós.

A quem muito foi dado? A cada um de nós! Você está vendo ou ouvindo essa palavra que está sendo anunciada ao seu coração, porque você é um privilegiado, porque muito foi dado a você. Se você tem oportunidade de ouvir essa pregação, de ir à igreja, tem oportunidade de fazer tantas coisas na vida, outros não têm a mesma oportunidade.

As riquezas do Evangelho são semeadas no seu coração. Por favor, não seja aquela pessoa que faz as coisas de qualquer jeito, mais ou menos. Não nos aplicamos em viver o que meditamos, em dar rumo ao que nos propusemos a viver. Cuidar da vida com responsabilidade é, de fato, sermos aplicados a cada dia em melhorar a nossa vida.

É um tremendo engano, é uma ilusão de ótica, de mente, de vida, de coração, essa história de ficarmos adiando a nossa conversão e a nossa mudança de vida.

Há coisas que eram para ontem e não colocamos muito em prática, não mudamos o rumo. Muitos dizem: “Amanhã talvez”, mas pode ser que esse amanhã não chegue ou que amanhã também não demos conta, porque vamos levando e empurrando com a barriga, vivendo de qualquer jeito.

“Eu sou assim mesmo! Uma hora eu mudo!”. Pode ser que a nossa vida passe e, então, não fizemos o que era para ser feito. Aplicamo-nos nesta ou naquela coisa e não fomos diligentes, para com a graça de Deus, mudarmos o que precisa ser mudado na nossa vida.

Por isso, o Evangelho de hoje, está nos pedindo serenidade de espírito. A serenidade de espírito é essa capacidade de reflexão, de voltar-se para dentro da alma e perceber os passos que são dados, de realmente ter convicções daquilo que se quer viver. Se temos fraquezas, dificuldades, isso não é problema. O problema é não darmos passos para sermos melhores.

Deus nos deu muito e o que nos deu precisamos viver com responsabilidade.

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo - Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova - https://www.facebook.com/rogeraraujo.cn

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios