Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Primeira Leitura (Jr 31,1-7)

Leitura do Livro do Profeta Jeremias.

1“Naquele tempo, diz o Senhor, serei Deus para todas as tribos de Israel, e elas serão meu povo”. 2Isto diz o Senhor: “Encontrou perdão no deserto o povo que escapara à espada; Israel encaminha-se para o seu descanso”.

3O Senhor apareceu-me de longe: “Amei-te com amor eterno e te atraí com a misericórdia. 4De novo te edificarei, serás reedificada, ó jovem nação de Israel; de novo teus tambores ornarão as praças e sairás entre grupos de dançantes. 5Hás de plantar vinhas nos montes de Samaria; os cultivadores hão de plantar e também colher.

6Virá o dia em que gritarão os guardas no monte Efraim: ‘Levantai-vos, vamos a Sião, vamos ao Senhor, nosso Deus’. 7Isto diz o Senhor: Exultai de alegria por Jacó, aclamai a primeira das nações; tocai, cantai e dizei: ‘Salva, Senhor, teu povo, o resto de Israel’”.

- Palavra do Senhor.

- Graças a Deus.

Responsório (Jr 31,10-13)

— O Senhor nos guardará qual pastor a seu rebanho.

— O Senhor nos guardará qual pastor a seu rebanho.

— Ouvi, nações, a palavra do Senhor e anunciai-a nas ilhas mais distantes: “Quem dispersou Israel vai congregá-lo, e o guardará qual pastor a seu rebanho!”

— Pois, na verdade, o Senhor remiu Jacó e o libertou do poder do prepotente. Voltarão para o monte de Sião, entre brados e cantos de alegria afluirão para as bênçãos do Senhor:

— Então a virgem dançará alegremente, também o jovem e o velho exultarão; mudarei em alegria o seu luto, serei consolo e conforto após a guerra.

Evangelho (Mt 15,21-28)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 21Jesus retirou-se para a região de Tiro e Sidônia. 22Eis que uma mulher cananeia, vindo daquela região, pôs-se a gritar: “Senhor, filho de Davi, tem piedade de mim: minha filha está cruelmente atormentada por um demônio!” 23Mas, Jesus não lhe respondeu palavra alguma. Então seus discípulos aproximaram-se e lhe pediram: “Manda embora essa mulher, pois ela vem gritando atrás de nós”.

24Jesus respondeu: “Eu fui enviado somente às ovelhas perdidas da casa de Israel”. 25Mas, a mulher, aproximando-se, prostrou-se diante de Jesus, e começou a implorar: “Senhor, socorre-me!” 26Jesus lhe disse: “Não fica bem tirar o pão dos filhos para jogá-lo aos cachorrinhos”. 27A mulher insistiu: “É verdade, Senhor; mas os cachorrinhos também comem as migalhas que caem da mesa de seus donos!” 28Diante disso, Jesus lhe disse: “Mulher, grande é a tua fé! Seja feito como tu queres!” E desde aquele momento sua filha ficou curada.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

O Senhor escuta aquele que tem fé

Muitas coisas podem criar obstáculos e barreiras para que não nos aproximemos da graça do Senhor. Sejamos ousados!

“É verdade, Senhor; mas os cachorrinhos também comem as migalhas que caem da mesa de seus donos!” (Mateus 15, 27). 

Uma mulher cananeia, siro-fenícia, aproxima-se de Jesus pedindo, implorando, gritando e clamando: “Senhor, a minha filha está enferma! Faça algo por ela!”.

Os discípulos ficaram incomodados. Primeiro, porque aquela mulher não era judia, não fazia parte do povo eleito; segundo, porque era uma estrangeira; terceiro, porque estava incomodando o Senhor, pois era insistente e persistente. Na nossa linguagem moderna, era “chata”, estava implorando que o Mestre fizesse algo por ela.

Jesus disse, trazendo um provérbio muito comum no mundo judaico: “Não fica bem tirar o pão da mesa de seus filhos e dar para os cães”. É dessa forma que muitos judeus compreendiam os estrangeiros, como não eram parte do povo, eram ditos como “cães”.

Uma vez que a missão primeira de Jesus era voltada para Seu povo, como Ele tiraria a graça que trouxe primeiro para estes e levaria aos estrangeiros?

Aquela mulher dá uma resposta de fé surpreendente, que venceu e calou Jesus. Ela disse: “Senhor, é verdade o que está falando. Mas é verdade também que os cachorrinhos têm direito às migalhas que caem da mesa de seus donos”. O Senhor responde: “É verdade, minha filha! Seja feito conforme a sua fé!”.

Meus irmãos, muitas vezes, não nos sentimos no direito, não nos sentimos agraciados para receber este ou aquele favor de Deus. Pode ser por nossos pecados, pelas nossas fraquezas, pelos nossos limites ou porque não nos sentimos escolhidos e chamados, até mesmo porque não fazemos parte deste ou daquele grupo da Igreja. Muitas coisas podem criar obstáculos e barreiras para que não nos aproximemos da graça do Senhor, mas sejamos ousados!

A fé nos leva a sermos ousados, a nos aproximarmos do Senhor e dizer: “Senhor, mesmo que sejam as migalhas que sobram para os cachorrinhos, eu as quero, pois são as Suas migalhas! Por isso estou suplicando, pedindo e implorando por elas. Dá-me, Senhor, a Sua graça!”.

Não deixemos que nossos pecados nos afastem da graça de Deus nem que nos tornem indignos, porque todos nós somos indignos por causa de nossos pecados. Vamos vencer essa indignidade, porque Deus já nos chamou para fazer parte de Seu Reino. Pela fé, temos de conquistar as graças de que precisamos!

Peça a Deus pela sua casa, pela sua família e pelos seus filhos. Não tenha medo de implorar, na presença de Deus, a graça e os favores de que você estiver precisando. A nossa fé alcança aquilo que nosso coração anseia. Se Deus não nos dá as migalhas ou o pão que estamos pedindo, Ele nos dá muito mais de que precisamos.

Creia, porque o Senhor escuta o apelo daquele que tem fé!

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo - Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova - https://www.facebook.com/rogeraraujo.cn

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios


Notice: Undefined variable: usuario_tk in /var/www/vhosts/jornaluniao.com.br/httpdocs/widget_footer.php on line 245
NULL