Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Em missa seguida de show, religioso lembrou da magia do Natal que nos leva para mais próximo de Deus

Qual a graça você espera alcançar neste Natal? A questão foi levantada pelo “padre das multidões” Reginaldo Manzotti, que celebrou uma missa emocionante, seguida de um show empolgante, na quarta-feira (22), a apenas três dias do Natal. O espetáculo, que reuniu mais de 10 mil pessoas no Gramadão da Vila A, foi a primeira missa seguida de show que o padre fez presencialmente desde março de 2020, início da pandemia da covid-19.

A missa foi presidida pelo bispo da Diocese de Foz do Iguaçu, Dom Sérgio de Deus Borges, que deu as boas-vindas ao público e agradeceu a acolhida da comunidade iguaçuense. Na liturgia da palavra, o diretor-geral brasileiro da Itaipu, general João Francisco Ferreira, foi convidado a fazer a primeira leitura.

Durante a homilia, Manzotti lembrou os ensinamentos trazidos pela pandemia da covid-19, como a humildade e a necessidade que muitos encontraram de se reconectar com Deus. “Enfrentamos essa pandemia com a fé, tornando os obstáculos etapas de nosso crescimento”, disse Manzotti, lembrando as vidas perdidas pela doença. Ele fez questão de lembrar que na próxima sexta-feira, dia 24, vai tomar a dose de reforço da vacina. “Todos temos que nos vacinar”, afirmou.

Segundo o padre, os tempos natalinos reforçam a nossa conexão com Deus e trazem forças para curarmos as nossas sequelas. “O Natal é mágico porque o céu fica da altura de uma criança e nós ficamos mais próximos de Deus”, ilustrou. “O Natal é um encontro pessoal com o Jesus.”

Após a missa, o padre voltou para um show com músicas de evangelização, que fez o público dançar no Gramadão. “A música tem o poder de evangelizar porque ela toca no coração de todas as idades”, disse o religioso. O show foi concluído com “Noite Feliz” e o desejo de Feliz Natal a todos.

O espetáculo integra a programação do Natal de Águas e Luzes de Foz do Iguaçu, uma iniciativa da Itaipu Binacional, Prefeitura de Foz, Fundo Iguaçu e parceiros locais. Os shows artísticos na Vila A terminam nesta quinta-feira (23), às 21h, com “O Segredo Mágico de Natal”, apresentação que reúne mais de 50 artistas em uma história mágica e que promete encantar adultos e crianças.

Somente nesta terça-feira (22) o público doou, de forma voluntária, mais de uma tonelada de alimentos. Desde o início da programação do Natal no Gramadão foram arrecadadas mais de quatro toneladas de alimentos, que serão distribuídos para famílias em situação de vulnerabilidade.

Emoção

A missa celebrada pelo Padre Manzotti emocionou a comunidade iguaçuense. A diarista Neusa da Rocha, 50 anos, chorou ao lembrar o tempo de depressão e tristeza que se abateu sobre ela após a perda do filho de 19 anos, em 2018. “Eu tentei tirar minha vida três vezes, mas comecei a escutar o padre e isso mudou minha vida. Hoje, agradeço a Deus por estar aqui”, disse, emocionada.

A autônoma Maria Valdirene, 52 anos, também se emocionou com a homilia de Manzotti. “Eu vim com essa expectativa de receber o incentivo de reativar as comunidades. Tudo o que ele pregou foi o que eu estava sentindo, que o povo precisa voltar para a Igreja”, afirmou Valdirene, que, há 11 anos, é ministra na Paróquia Menino Jesus, no Conjunto Libra. “A música eleva tua alma. Ela libera aquilo que está aprisionado no coração”, concluiu a respeito do show musical.

Com a Capelinha de Jesus das Santas Chagas o tempo todo nas mãos, a empresária Helena Dias Rosset, 53 anos, veio agradecer o padre pelas preces atendidas. Proprietária de uma loja em Salto del Guairá (Paraguai), a moradora de Mundo Novo (MS) veio de carro com as amigas para acompanhar a missa e o show. “A missa é uma benção sempre, agradeço a Deus por estar aqui”, disse.

Várias caravanas vieram de cidades da região, inclusive dos países vizinhos. Cerca de 300 pessoas chegaram de várias cidades do Paraguai, como o seminarista Fredy Avalos, 19 anos, da paróquia Nuestra Señora de la Asunción, de Hernandarias (Paraguai). “A missa foi linda, emocionante. Tudo o que ele falou sobre o Natal nos toca muito porque essa data também é muito importante para nós, paraguaios. O Natal nos une como irmãos, brasileiros e paraguaios”, afirmou.

Asimp/Itaipu Binacional

#JornalUnião

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.