Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Em mensagem de vídeo, Francisco inaugurou o Festival italiano da Doutrina Social: “A esperança é a virtude de um coração que não se fecha”

Teve início ontem, 26, a X Edição italiana da Doutrina Social, sobre o tema “Memória do futuro”. Até o dia 29, participam do evento empresários e profissionais do âmbito da cooperação, da economia e da cultura. A abertura foi feita pelo Papa Francisco, através de uma videomensagem em que exorta a “frequentar o futuro”, a ter o olhar e o coração “orientados escatologicamente”.

 “Para nós, cristãos, o futuro tem um nome e este nome é “esperança”. A esperança é a virtude de um coração que não se fecha na escuridão, não para no passado, não sobrevive presente, mas sabe ver o amanhã. Para nós, cristãos, que significa o amanhã? É a vida redimida, a alegria do dom do encontro com o amor trinitário. Neste sentido, ser Igreja significa ter o olhar e o coração criativos e orientados escatologicamente, sem ceder à tentação da nostalgia, que é, a todos os efeitos, uma verdadeira “patologia espiritual”, afirmou o Pontífice.

Viver a memória do futuro

O Santo Padre convida a colher a mais autêntica “dinâmica dos cristãos”, que “não é reter nostalgicamente o passado, mas ter acesso à memória eterna do Pai, e isto é possível vivendo uma vida de caridade”. Portanto, “não a nostalgia que bloqueia a criatividade e nos torna pessoas rígidas e ideológicas também no âmbito social, político e eclesial”. Mas a memória “intrinsecamente relacionada ao amor e à experiência, que se torna uma das dimensões mais profundas da pessoa humana”. Francisco evoca então o sentido do Festival deste ano:

“Viver a memória do futuro significa empenhar-se a fazer de modo que a Igreja, o grande povo de Deus (LG, 6), possa constituir na terra o início e o broto do reino de Deus. Viver como fiéis imersos na sociedade, manifestando a vida de Deus que recebemos como dom no Batismo, para que se possa fazer memória agora daquela vida futura na qual estaremos juntos diante do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Esta atitude nos ajuda a superar a tentação da utopia, de reduzir o anúncio do Evangelho no simples horizonte sociológico ou de nos comprometer no marketing das várias teorias econômicas ou facções políticas. No mundo, é preciso estar com a força e a criatividade da vida de Deus em nós: assim, saberemos fascinar o coração e o olhar das pessoas ao Evangelho de Jesus, ajudaremos a fazer fecundar projetos de nova economia inclusiva e de política capaz de amor.”

O programa do Festival prevê inúmeros eventos, entre os quais seminários e conferências, que poderão ser seguidos no site www.dottrinasociale.it ao vivo.

Vatican News

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.