Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Foi lançada ontem (15) uma mobilização que pede ao Ministério da Saúde mais vacinas contra a Covid-19 para o Paraná. O abaixo-assinado #VacinaParaná já tem mais de mil assinaturas e está disponível na plataforma virtual chance.org.

 “Precisamos de mais vacinas e de forma urgente. Queremos que o Paraná seja priorizado, tendo em vista a gravíssima situação que estamos enfrentando. O povo paranaense clama por mais vacinas”, afirma o deputado estadual Michele Caputo (PSDB), idealizador a petição on-line.

No manifesto da campanha, Caputo afirma que o estado atravessa o pior momento da pandemia. “Batendo recorde de casos e mortes pelo coronavírus, o sistema de saúde paranaense está à beira do colapso. Temos uma das maiores taxas de transmissão do país”, diz o texto.

Ao completar um ano do primeiro caso da doença no Paraná, a fila de espera por um leito de UTI ou enfermaria chega a mais de mil pessoas.

O Paraná também foi preterido na distribuição de vacinas, por parte do Governo Federal. Muito embora o Ministério da Saúde tenha prometido uma divisão equitativa das doses disponíveis entre as unidades da federação, isso não tem sido observado.

Nas primeiras remessas, o Paraná recebeu muito menos doses que estados com população e perfil epidemiológico similar, como é o caso do Rio Grande do Sul, que tem recebido quase 20% a mais em doses.

“Com isso, a vacinação caminha a passos lentos. Mesmo com a agilidade que vem sendo imprimida pelas equipes municipais de saúde, faltam vacinas para avançar em novos grupos prioritários", disse o Coordenador da Frente Parlamentar do Coronavírus, da Assembleia Legislativa do Paraná.

Diante desse quadro, Michele Caputo reforça o pedido de envio de mais vacinas ao Paraná, sobretudo para sanar possíveis distorções quantitativas e atender a demanda urgente que se apresenta com o agravamento do quadro epidemiológico no Estado.

"Respeitamos o Programa Nacional de Imunização e acreditamos no SUS (Sistema Único de Saúde). Contudo, é necessário que o Governo Federal compre mais vacinas e as disponibilize aos estados e municípios o mais rápido possível".

Caso não seja possível o envio rápido dos imunizantes, o Governo deve liberar a aquisição pelos governos estaduais. "O Paraná tem R$ 200 milhões reservados para compra de doses. O povo paranaense pede socorro. A sociedade paranaense clama por mais vacinas.", completa Michele Caputo.

Para assinar o abaixo-assinado basta acessar o link: http://chng.it/FrjsGSBzZx.

#JornalUnião

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.