Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Benefícios da vacina superam potenciais riscos de eventos adversos; estudos não relacionam a vacina à ocorrência de coágulos sanguíneos

OMinistério da Saúde monitora constantemente a segurança e a efetividade de todas as vacinas incorporadas ao Programa Nacional de Imunizações (PNI). Com as vacinas covid-19, não é diferente. Até o momento, não foi identificada uma relação de causalidade entre o imunizante da AstraZeneca/Oxford com eventos raros de trombose (formação de coágulos sanguíneos) associados à plaquetopenia, em pessoas que receberam as doses do imunizante.

Dessa maneira, a pasta reitera a importância da vacinação, considerando que os benefícios da vacina contra a covid-19 da AstraZeneca/Oxford superam, em muito, os potenciais riscos. No Brasil, as doses do laboratório são produzidas pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) – o País também já recebeu vacinas do mesmo imunizante produzidas em fábricas na Índia e na Coreia do Sul. O Ministério da Saúde elaborou Nota Informativa com orientações sobre eventos atípicos pós-vacinação, acesse.

A efetividade e a segurança das vacinas também são monitoradas permanentemente pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O órgão regulador brasileiro mantém a recomendação de continuidade da imunização com a vacina, que já recebeu registro definitivo no Brasil. Tanto a Organização Mundial da Saúde (OMS) quanto a Agência Europeia de Medicamentos (EMA) já emitiram parecer favorável em relação ao imunizante.

“É necessário esclarecer, portanto, que eventos tromboembólicos ocorrem naturalmente e frequentemente na população geral, independentemente da vacinação”, explica o secretário de Vigilância em Saúde, Arnaldo Medeiros. Além disso, a infecção pela covid-19 também está associada a relatos de tromboses, sendo observado em mais de um quinto dos pacientes hospitalizados.

As pessoas vacinadas contra a covid-19 e que apresentarem sintomas como falta de ar, dor no peito, inchaço na perna, dor na barriga persistente, sintomas neurológicos (visão borrada ou dor de cabeça persistente e forte) e pequenas manchas avermelhadas na pele, além do local onde foi aplicada a vacina, devem buscar atendimento médico imediato na unidade de saúde mais próxima.

Renato Palhano/Ministério da Saúde

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.