Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.


A Prefeitura de Cambé, por meio da Secretaria de Saúde, começou a vacinar nesta semana novos grupos populacionais contra a influenza, o vírus causador da gripe. Podem se vacinar pessoas dos seguintes grupos: com comorbidades; com deficiências permanentes; caminhoneiros; trabalhadores do transporte coletivo rodoviário; trabalhadores portuários; forças de segurança e salvamento; e forças armadas. A vacinação vai até o dia 19 de julho e quem ainda não tomou a dose da vacina pode receber agora. Nas duas primeiras etapas, Cambé vacinou 14551 pessoas.

Segundo informações da Secretaria de Saúde, a vacinação contra a gripe vai contemplar pessoas com as seguintes comorbidades: doenças respiratórias crônicas; doenças cardíacas crônicas; doenças renais crônicas; doenças hepáticas crônicas; doenças neurológicas crônicas; diabetes; imunossuprimidos; transplantados – órgãos sólidos ou medula óssea –; e portadores de trissomias – síndromes.

Segundo Simone Lopes, enfermeira da Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde, a vacinação vai continuar da mesma forma. “Quem estiver nesse grupo ou nos grupos das demais fases deve fazer o agendamento pelo telefone de qualquer Unidade Básica de Saúde – exceto do Cambé IV – da cidade. Nós priorizamos o agendamento para evitar qualquer tipo de aglomeração”, ressalta. Ainda de acordo com ela, todo ano são registrados óbitos por conta da gripe, principalmente de idosos, por isso a importância de tomar a vacina contra o vírus da influenza.

A enfermeira ainda pontua que Cambé apresenta uma cobertura vacinal de 37,6% contra a gripe: “esse valor está abaixo da expectativa, mas nós entendemos que a imunização contra a Covid-19 está acontecendo simultaneamente e a grande parte da população priorizou mais essa vacina”.

Ainda a respeito da Covid-19, ela ressalta que as pessoas devem esperar ao menos 15 dias entre a dose de uma vacina e a de outra, pois a resposta imunológica de cada imunizante exige um período de tempo. “Quem tomou hoje a vacina da gripe deve esperar duas semanas para tomar a da Covid-19 e vice-versa. Além disso, esse intervalo vale para qualquer outra vacina”, explica.

NCPMC

#JornalUnião

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.