Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O município de Cambé ultrapassou a marca de 100 mil vacinas aplicadas contra a Covid-19 na sexta-feira, dia 03 de setembro. As últimas informações divulgadas pela Secretaria Municipal de Saúde apontam que a cidade já aplicou 101.054 doses da vacina nos cambeenses. Na cidade, 92,6% da população apta já recebeu ao menos uma dose da vacina e mais de 38% já está com a imunização completa, por ter recebido as duas doses ou por meio da vacina de dose única.

Em Cambé, a vacinação começou no dia 19 de janeiro para os funcionários da Unidade Básica de Saúde do Cambé IV. A cidade começou vacinando os profissionais da Saúde da linha de frente e os idosos. Na sequência, foram incluídos outros grupos prioritários, como de pessoas com comorbidade, pessoas em situação de rua, grávidas e puérperas, caminhoneiros e trabalhadores do transporte coletivo, profissionais da Educação e da Assistência Social, dentre outros. Atualmente, a cidade está com a aplicação para o público geral de 21 anos ou mais, enquanto segue com a aplicação da dose complementar do imunizante, respeitando a distância entre uma dose e outra de cada vacina.

"É um motivo de muita alegria saber que estamos avançando assim na vacinação aqui em nossa cidade. Sabemos que só com vacina no braço é que vamos conseguir sair dessa situação. Espero que cheguem novos lotes para que possamos imunizar 100% da população o mais rápido possível", celebra o prefeito Conrado Scheller.

Simone Lopes, enfermeira responsável pelo Departamento de Epidemiologia da Secretaria de Saúde, explica que logo que as doses chegam à cidade, as campanhas já são programadas. “Com isso garantimos a disponibilidade de todo o quantitativo para atendimento dos grupos prioritários e agora da população por idade”, ressalta. A estimativa populacional da cidade é de cerca de 80 mil pessoas com mais de 18 anos e, desse total, 70.089 já receberam a primeira dose, 26.722 tomaram a segunda dose e estão ciclo vacinal completo e 4.243 pessoas receberam a vacina de dose única, também com a vacinação completa.

A vacinação na cidade conta com doses da CoronaVac (Butantan), AstraZeneca (Fiocruz), Pfizer (BioNTech) e da Jannsen (Johnson&Johnson), a única que funciona em dose única. Lopes explica que o Governo do Estado do já sinalizou a possibilidade de que idosos com mais de 70 anos e portadores de doenças imunossupressoras recebam a terceira dose da vacina – para aqueles que receberam a CoronaVac, a AstraZeneca ou a Pfizer. “Nós ainda aguardamos alguns detalhes para operacionalizar essa ação, mas ela só deve se concretizar após o término da vacinação de primeira dose dos adultos”, pontua. Ainda de acordo com a enfermeira, há a possibilidade de vacinar em breve os adolescentes, mas nada foi definido até o momento.

Simone Lopes destaca que a melhora no cenário pandêmico passa pela necessidade de seguir todas as medidas sanitárias de segurança, como o uso de máscaras e o distanciamento social, mas que a vacinação tem sido a arma mais eficaz contra a doença. “Por isso é muito importante que quando chegar a faixa etária de cada um, as pessoas procurem se vacinar e não esqueçam da segunda dose, porque é só ela que garante a imunização completa”, destaca a enfermeira.

 “Essa marca de mais de 100 mil doses aplicadas nos traz muita alegria e muita esperança. Traz também a certeza de que tudo que Cambé tem feito em prol da vacinação tem gerado frutos, uma vez que as vacinas recebidas já vão sendo destinadas aos munícipes”, finaliza.

NCPMC

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.