Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A Prefeitura de Cambé sinalizou positivamente à Associação dos Municípios do Médio Paranapanema (Amepar) que participará da tentativa de compra de vacinas contra covid-19 que a instituição vai fazer. Em reunião realizada na manhã da quinta-feira (18), prefeitos que integram a associação decidiram enviar uma carta de intenções de compra a alguns laboratórios para tentar adquirir em conjunto lotes do imunizante.

O prefeito Conrado Scheller garantiu que separou um montante para a compra de doses de vacinas, mas ressaltou que existe uma grande dificuldade de encontrar onde comprar. “Nós estamos fazendo a nossa parte que é de tentar comprar, mas é de conhecimento público que está faltando vacinas no mundo todo. O governo estadual também está tentando e não está encontrando. Tem mais um detalhe: conforme a lei 14125, nós prefeitos podemos comprar apenas se o governo federal não fornecer, o que é outro fator limitante”, pontuou o prefeito. “Mas a população pode ficar tranquilizada de que quando tiver vacina para comprar, Cambé vai comprar”, completou.

O município também já sinalizou a intenção de adquirir doses de vacina por meio do Consórcio Paraná Saúde, que reúne 398 municípios paranaenses. O Governo do Estado separou R$ 200 milhões para complementar o investimento das prefeituras nestas aquisições por meio deste consórcio.

Conrado lembra que mesmo com os planos de compra de vacinas, a cidade não abre mão das doses que são enviadas pelo Ministério da Saúde dentro do Plano Nacional de Imunização.

NCPMC

#JornalUnião

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.