Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Nesta primeira etapa, as UBSs irão vacinar crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade, gestantes e puérperas

Começa nesta segunda-feira (12) a Campanha de Vacinação Contra Influenza, vírus que causa a gripe. A Prefeitura de Londrina, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, participa da campanha, que pretende imunizar pelo menos 90% das pessoas que compõem o público-alvo. Nesse primeiro momento, a vacinação será ofertada para crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade, gestantes e puérperas, como determina o Ministério da Saúde.

A vacinação será efetuada em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs), com exceção das que aplicam exclusivamente as doses contra Covid-19 ou de atendimento para pacientes com sintomas respiratórios. No total, são 38 unidades distribuídas na zona urbana e rural de Londrina, com funcionamento de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h.

O secretário municipal de Saúde, Felippe Machado, explicou que, como medida preventiva contra a transmissão do novo coronavírus, a vacinação será realizada conforme agendamento prévio. “Desde o início da pandemia de Covid-19 nossas UBSs já aplicam o protocolo de agendamento por telefone, que está funcionando muito bem. E em cada UBS a capacidade de atendimentos por dia é de 50 a 100 pessoas para esta campanha”, citou.

O contato pode ser feito por telefone, diretamente na UBS mais próxima da residência. Os telefones e endereços das unidades podem ser conferidos aqui.

A vacina utilizada na campanha é trivalente, ou seja, é eficaz e protege contra as três cepas do vírus que tiveram maior circulação recentemente. São elas: linhagem A H1N1 e H3N2, e linhagem B Victoria. E a aplicação é em dose única, exceto para crianças que estejam recebendo pela primeira vez. Nestes casos, os pais ou responsáveis devem agendar a segunda dose também.

Para essa primeira etapa da campanha, Londrina recebeu 6.720 doses do imunizante contra o vírus influenza. A estimativa é que no município estão contempladas, para a campanha, 36.112 crianças, 5.259 gestantes, e 864 puérperas. Após vacinação exclusiva para esses três grupos, os demais serão atendidos nas etapas seguintes de forma escalonada.

Em maio, a campanha será estendida a todos os idosos com mais de 60 anos e para professores da rede pública e privada. “Ao contrário dos anos anteriores, quando os idosos eram o primeiro público vacinado, este ano o calendário foi invertido devido ao intervalo obrigatório de 14 dias entre aplicação da vacina contra Covid-19 e da vacina contra gripe”, explicou o secretário municipal de Saúde.

Na terceira etapa, com encerramento previsto em 9 de julho, serão vacinadas pessoas com comorbidades e com deficiência permanente, caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso, trabalhadores portuários, forças de segurança e salvamento, e forças armadas. E ainda os funcionários do sistema prisional, população privadas de liberdade e adolescentes e jovens em medias socioeducativas.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.