Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Dados foram divulgados em relatório parcial da Secretaria Municipal de Saúde; meta do Município é atingir 90% do público-alvo

Com aproximadamente 168 mil pessoas aptas a serem imunizadas até o dia 31 de maio, a Secretaria Municipal de Saúde prossegue com a Campanha de Vacinação contra a gripe. Até a última sexta-feira (10), foram vacinadas em Londrina 88.551 pessoas, dentre as que integram os grupos do público-alvo. As doses são oferecidas gratuitamente em todas as Unidades Básicas de Saúde da área urbana e nos distritos, e os atendimentos ocorrem de segunda a sexta-feira, das 7 às 19 horas.

A meta estabelecida pelo Ministério da Saúde é que 90% do total do público-alvo seja imunizado, ou seja, cerca de 131 mil pessoas. O balanço parcial divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde contempla o período de 10 de abril, data de início da campanha, até sexta-feira (10). O relatório mostra que o grupo prioritário com maior cobertura até o momento são os idosos, com 46.326 doses fornecidas. Esse número representa 70,60% dentre o total estimado para este público.

Segundo a diretora de Vigilância em Saúde, Sônia Fernandes, os grupos mais preocupantes pela baixa adesão à campanha são as gestantes, crianças e mulheres no período pós-parto, as puérperas. “Para reforçar a necessidade da vacina, as UBSs distribuíram bilhetes para as crianças matriculadas nos Centros de Educação Infantil municipais e filantrópicos, divulgando a campanha. Os grupos de professores e profissionais das forças de segurança também estão abaixo das expectativas, com apenas 2.652 e 417 doses aplicadas, respectivamente”, comentou.

Além de idosos com 60 anos de idade ou mais, crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes e puérperas, também podem receber gratuitamente a vacina contra influenza, assim como professores que estejam em atividade, profissionais das forças de segurança e salvamento, como policiais e bombeiros, paciente com comorbidades e outras condições clínicas especiais, funcionários da área da saúde e do sistema prisional, população indígena e outros.

Para receber a dose contra a gripe, basta procurar a Unidade Básica de Saúde mais próxima de sua residência, tendo em mãos um documento de identificação pessoal e a caderneta de vacinação. Professores também devem apresentar declaração da escola ou instituição onde atuam; profissionais de saúde, tanto da rede pública como privada, a identificação profissional; e os pacientes com doenças crônicas ou outras condições clínicas especiais precisam ter uma solicitação médica, que indique qual a patologia de base e aponte a necessidade da vacina.

A Saúde está atuando com as equipes de atendimento domiciliar das UBSs para proteger os pacientes acamados. “Estamos realizando a vacinação destes pacientes, sejam eles idosos ou não, em função das comorbidades. Para receber a equipe, basta entra em contato com a UBS mais próxima, caso a unidade ainda não tenha feito o agendamento”, reforçou a diretora de Vigilância em Saúde.

Sobre a vacina – Os grupos prioritários são estabelecidos com base em recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS) por terem risco maior de desenvolver as formas graves e complicações da doença. As doses, fornecidas pelo Ministério da Saúde, são trivalentes, ou seja, elas protegem contra os três sorotipos mais comuns de gripe dentre os que estão em circulação no hemisfério sul. “Quem tem direito à vacinação deve procurar uma UBS o quanto antes, pois o frio já chegou e a vacina demora entre 15 a 20 dias para surtir efeito. Em Londrina já registramos a circulação de todos os vírus que estão presentes na vacina, então quem faz parte do público-alvo deve procurar a sua UBS o mais breve possível”, destacou Sônia.

A única contraindicação para a vacina contra influenza são os bebês menores de seis meses. Após a aplicação da dose, não são registrados efeitos colaterais, exceto o incômodo no local da vacina.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios