Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O Governo do Estado instituiu nesta segunda-feira (23) novas medidas para evitar aglomerações, acelerar a resposta da administração pública e conter os avanços do novo coronavírus (Covid-19) no Paraná. As medidas se somam a inúmeras já adotadas na última semana e no final de semana. Entenda as últimas mudanças:

MEDIDAS DE GOVERNO

Calamidade pública

O Governo do Estado enviou para análise da Assembleia Legislativa um decreto para agilizar as ações de combate ao coronavírus. A medida flexibiliza questões orçamentárias e administrativas para assegurar os recursos necessários para áreas prioritárias como a Saúde. O decreto leva em conta decisões tomadas em âmbito federal para o enfrentamento à doença, como a Portaria 188/20 do Ministério da Saúde, que declara Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional em decorrência da Covid-19.

Controle das divisas

O governador Carlos Massa Ratinho Junior participou de uma videoconferência com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, e os demais governadores dos estados que formam o Consórcio de Integração Sul e Sudeste (Cosud). O colegiado decidiu que as divisas ficarão abertas ao transporte de produtos essenciais para evitar o desabastecimento.

Agendamento online no Hemepar

O Centro de Hematologia e Hemoterapia do Paraná (Hemepar) passou a adotar um sistema online de agendamento para doação de sangue em duas unidades: Curitiba e Cascavel. Desde sexta-feira (20), doadores dessas cidades podem entrar no Paraná Inteligência Artificial (PIÁ), sistema de serviços públicos do Estado, para marcar horário. A medida tem objetivo de evitar aglomerações e filas, e está no bojo das orientações da Secretaria da Saúde e da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Sorteios do Nota Paraná

A partir da decisão da Caixa Econômica Federal de suspender por três meses os sorteios da Loteria Federal, a Secretaria de Estado da Fazenda também interrompeu, pelo mesmo período, os sorteios do programa Nota Paraná.

Laboratórios privados credenciados

A Secretaria de Estado da Saúde cadastrou quatro laboratórios privados para ajudar o Laboratório Central do Estado (Lacen) na validação dos testes de pessoas suspeitas de contrair o novo coronavírus (Covid-19): Genoprimer e Unimed, em Curitiba (PR); Sabin, em Brasília (DF); e Dasa, em São Paulo (SP). O cadastramento atende uma nova metodologia proposta pelo Ministério da Saúde. Ela visa ampliar o mapeamento dos casos e, a partir de um quadro mais exato, permitir que o Estado efetive novas medidas para conter a circulação viral e prepare a rede hospitalar com intuito de isolar pacientes do Covid-19.

Normas de higiene

O Governo do Estado estabeleceu uma série de normas a serem seguidas por aqueles estabelecimentos que prestam serviços considerados essenciais e, portanto, seguirão abertos normalmente. As medidas buscam dar mais segurança aos clientes e usuários. A adaptação dos locais deve começar imediatamente. Também houve recomendação sobre empresas de call center.

AEN

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.