Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O deputado estadual Cobra Repórter (PSD) apresentou, na segunda-feira, (03), na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), um requerimento solicitando, em caráter de urgência, uma ampla campanha de conscientização com o objetivo de orientar a forma correta da separação, pulverização com desinfetante e identificação do lixo de residências em que algum familiar esteja com suspeita de estar infectado pelo novo coronavírus.

Estudo recente, publicado no New England Journal of Medicine, descobriu que o vírus é viável por até 72 horas em plásticos e aço inoxidável, 24 horas em papelão e quatro horas em cobre.

 “Todos os estudos existentes apontam para a alta resistência do novo coronavírus. Neste sentido, indicamos que é necessária uma intensa campanha pública de conscientização para que as famílias procedam a separação do lixo do familiar com suspeita de contaminação identificando o saco de lixo com uma fita vermelha e pulverizando com desinfetante”, explicou o deputado Cobra Repórter.

O requerimento foi endereçado ao governador Ratinho Junior e aos secretários estaduais de Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, de Comunicação e Cultura e da Saúde.

Meire Bicudo e Veruska Barison/Asimp

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.