Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O deputado estadual Cobra Repórter (PSD) apresentou, na segunda-feira, (03), na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), um requerimento solicitando, em caráter de urgência, uma ampla campanha de conscientização com o objetivo de orientar a forma correta da separação, pulverização com desinfetante e identificação do lixo de residências em que algum familiar esteja com suspeita de estar infectado pelo novo coronavírus.

Estudo recente, publicado no New England Journal of Medicine, descobriu que o vírus é viável por até 72 horas em plásticos e aço inoxidável, 24 horas em papelão e quatro horas em cobre.

 “Todos os estudos existentes apontam para a alta resistência do novo coronavírus. Neste sentido, indicamos que é necessária uma intensa campanha pública de conscientização para que as famílias procedam a separação do lixo do familiar com suspeita de contaminação identificando o saco de lixo com uma fita vermelha e pulverizando com desinfetante”, explicou o deputado Cobra Repórter.

O requerimento foi endereçado ao governador Ratinho Junior e aos secretários estaduais de Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, de Comunicação e Cultura e da Saúde.

Meire Bicudo e Veruska Barison/Asimp

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios