Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Intenção é falar sobre sobre o assunto para marcar Dia Mundial da Luta contra as Hepatites Virais, celebrado em 28 de julho

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio do Centro de Testagem e Aconselhamento Dr. Bruno Piancastelli Filho (CTA), vai realizar nesta sexta-feira (27), das 8h às 12h, uma ação de conscientização sobre hepatites virais. A atividade acontecerá no Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro POP), que fica na Rua Dib Libos, 25, esquina com Avenida Celso Garcia Cid.

A intenção é conversar com as pessoas que se encontram em situação de rua e que são atendidas no Centro POP sobre as hepatites virais, seus sintomas, formas de infecção, diagnóstico e tratamento. A expectativa é que cerca de 100 pessoas possam ser atendidas. Aqueles que desejarem também poderão fazer um teste rápido para a detecção de Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs). Todos que participarem da atividade receberão um kit com informativo, preservativos masculino e feminino, e gel lubrificante.

Segundo a coordenadora municipal do centro de IST/HIV/AIDS, Hepatites B e C e Tuberculose, Elizabeth Shibayama, a intenção é realizar ações que falem sobre as hepatites virais e marquem o Dia Mundial da Luta contra as Hepatites Virais, celebrado em 28 de julho. “Tem muitas pessoas portadoras da doença e que não sabem disso, porque as hepatites virais são silenciosas e nem sempre apresentam sintomas. Quanto antes forem diagnosticadas, mais cedo poderão ser tratadas e não terá o perigo da transmissão por desconhecimento da doença”, frisou.

Ação no sábado

Para a população que desejar fazer o teste rápido, no sábado (28), das 8h às 14h, o CTA estará aberto com reforço no atendimento. Aqueles que participarem da ação também receberão um kit com preservativo e informações sobre as doenças. Espera-se a presença de mais de 100 pessoas. O Centro fica na Alameda Manoel Ribas, nº 01 e o teste é gratuito.

As hepatites virais são comuns, no Brasil. Elas são as causadas pelos vírus A, B e C, sendo os dois últimos os mais frequentes. São doenças que nem sempre apresentam sintomas e frequentemente se transmitem por meio de contato com sangue contaminado e sexo sem proteção. O tipo A transmite-se por contágio fecal-oral, ou seja, por falta de saneamento básico ou alimentos e bebidas contaminadas.

O diagnóstico é feito através de exame de sangue, podendo ser pelo teste rápido ou por hemograma completo. Em Londrina, os testes rápidos são ofertados no Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) e nas Unidades Básicas de Saúde (UBS). No CTA, eles são realizados sem a necessidade de agendamento prévio, de segunda a quinta-feira, às 8 horas ou às 10 horas. Porém nas UBS é preciso agendar o horário. Não é necessário estar em jejum para realizar os exames, mas é preciso apresentar documento de identificação com foto.

Ana Paula Hedler/NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios