Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Em tempos de crise, de inflação, quando os preços dos alimentos estão cada vez mais caros, você pode responder que não é possível ter uma alimentação saudável; e, talvez, você pense que é preciso comer coisas light, diet e tantas coisas que hoje a indústria de alimentos nos oferecem.

Uma alimentação saudável deve ser variada, deve incluir frutas, verduras, legumes, carboidratos, proteínas, gorduras e açúcares essenciais. Afinal, cada grupo de alimentos é responsável por uma função em nosso organismo; assim, deve ser incluído em determinadas proporções em nossa alimentação diária.

Alimentar-se bem e ter uma vida saudável não precisa custar caro. Seguem algumas dicas:

Dicas de uma alimentação saudável

– Ter um cardápio semanal, conferir o que tem na dispensa e fazer uma lista para comprar o que realmente precisa;

– Escolher frutas, legumes e verduras da estação, pois são mais nutritivas e os preços são mais em conta. Esses alimentos são ricos em vitaminas, nutrientes e fibras, os quais ajudam no bom funcionamento do nosso organismo. Em vez de comprar em supermercados, compre na feira, pois além de ser mais barato, também são mais frescos;

– Fazer trocas, substituir alimentos pobres em nutrientes por alimentos saudáveis. Por exemplo: substituir doces, guloseimas e sucos industrializados por frutas; embutidos e industrializados por alimentos mais naturais. Substituir marcas, ver que existem marcas mais baratas e com qualidade. A carne teve uma elevação no preço, então, frangos e ovos são as opções mais usadas. Vale a pena prestar atenção no modo de preparo: prefira cozido, grelhado ou assado; o ovo cozido, uma omelete com legumes ou poché feito na água. Em algumas regiões, o peixe fica mais em conta que a carne, e é uma boa opção.

– Aproveitar melhor os alimentos. Muitas vezes, jogamos no lixo as partes mais nutritivas como cascas, talos e folhas. Aqui, entra a criatividade para aprender novas receitas para poder aproveitar os nutrientes e economizar, pois evita o desperdício;

– Comprar alimentos que você sabe fazer e que terá tempo para prepará-lo. Muitas vezes, acontece de comprarmos coisas que exigem mais de nós;

– Ficar atento à conservação dos alimentos. Por exemplo: as folhas precisam ser bem lavadas, secas e armazenadas em um pote com papel toalha dentro da geladeira.

Alimentos naturais e saudáveis

Uma coisa importante para os tempos de crise é tirar de nossa cabeça que não dá para comer bem com pouco dinheiro, pois nossa tendência é pegar o alimento mais fácil de ser preparado, mais barato e, muitas vezes, mais “saboroso”, no entanto, mais pobre naquilo que nosso corpo precisa para ser nutrido. O desafio é para que, na próxima compra, deixe de lado as guloseimas, os alimentos ricos em gorduras, o sódio e o açúcar. Aposte nos alimentos mais naturais e saudáveis, você vai ver a diferença em sua vida e na vida dos seus.

Michele Barros é membro da Comunidade Canção Nova. Nutricionista, atua no Posto Médico Padre Pio.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.