Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Representantes de nove empresas conheceram case do segmento, além da participar da rodada de negócios e visita técnica em hospital

Representantes de nove empresas do segmento de tecnologia para a saúde do Rio Grande do Sul estiverem em Londrina nos dias 28 e 29 de agosto para uma visita técnica e conhecimento das ações do Polo de Saúde da cidade, que com suas ações coletivas e governança da Saúde Londrina União Setorial (Salus), em parceria com o Sebrae/PR, já se tornou um case para outras cidades do País.

As empresas vieram acompanhadas do Sebrae/RS e também participaram da rodada de negócios e ainda visitaram o Hospital Araucária. De acordo com a consultora do Sebrae/PR, Simone Millan, a troca de experiências entre as empresas de saúde de Londrina e Porto Alegre já tem um histórico. “Ficaram impressionados com a forma de organização do setor aqui na cidade, com o polo de saúde e a governança”, pontuou.

A ideia dos gaúchos em conhecer o polo de forma mais aprofundada é que a iniciativa privada pense de forma mais coletiva no estado vizinho e evite os altos e baixos e dependência exclusiva do poder público. “Queremos uma governança com foco em oportunidades de mercado, pequenos negócios e promoção da saúde. Temos uma organização com a participação de empresários, mas falta um comprometimento maior”, avaliou a coordenadora estadual do setorial de saúde e bem estar do Sebrae/RS, Ana Paula Rezende. “É uma forma também de gerar sinergia entre os negócios dos dois estados”, complementou.

Nádia Guimarães é CEO da KeD Tecnologia, de Porto Alegre, empresa que atua em soluções tecnológicas. Como exemplo, criou um sistema de gerenciamento de transporte de pacientes dentro do hospital, chamado de rastreamento indoor.

“O que me saltou aos olhos na visita em Londrina foi justamente o contato com a Salus, a conversa com toda a cadeia e a organização da rodada de negócios. Aproveitamos para apresentar um protótipo de identificação de higienização das mãos e muitas empresas mostraram interesse devido ao problema de infecção hospitalar”, apontou.

A proprietária da KeD também ficou impressionada com a visita ao Hospital Araucária. “Eles mostraram que o hospital foi criado com um olhar voltado para a segurança da saúde e qualidade, e não apenas pelo negócio”, completou Nadia.

Em outubro, será a vez das empresas londrinenses visitarem Porto Alegre.

Adriano Oltramari /Sebrae

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios