Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Coordenação de Controle de Endemias, promove, nesta terça-feira (22), às 9 horas, uma passeata com os alunos do projeto Viva a Vida do Jardim São Jorge, região norte. O ponto de encontro será a sede do Projeto, localizado na Rua Manoel Cardoso, 150.

Estarão presentes cerca de 50 estudantes, os quais percorrerão as ruas do entorno, a fim reforçar as orientações de prevenção, principalmente de conscientização sobre a importância de não jogar o lixo nas ruas, já que isso pode provocar diversos prejuízos para a comunidade, com o acometimento por doenças. Eles entregarão panfletos com orientação, para os moradores, e levarão sacos de lixo, a fim de recolher os recipientes que encontrarem pelo caminho.

A ação é uma continuidade do trabalho de limpeza e educação com os moradores, realizado desde outubro de 2017, em parceria com a Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU). Segundo a educadora em Endemias, da Secretaria Municipal de Saúde, Lucimara Vasconcelos, desde que a iniciativa começou no bairro já foram retirados mais de 100 caminhões de lixo e de entulhos apenas de uma rua que fica próxima ao projeto Viva a Vida.

“Nosso objetivo é que os moradores mantenham o local limpo, por isso estamos fazendo este trabalho intenso de conscientização. Já fizemos passeata, reconhecimento de criadouros com remoção mecânica, entre outras ações, sempre com a colaboração dos alunos, para que eles levem para os pais e comunidade a proposta do lixo zero, ou seja, de não jogar o lixo em local inadequado”, enfatizou.

Lucimara disse ainda que os alunos estão acompanhado o trabalho de limpeza de perto, o que está proporcionado que eles percebam as consequências desse acúmulo do lixo. “Fora a proliferação do Aedes, causador de diversas doenças, já encontramos ratos, cobras, entre outros animais no lixo acumulado nas ruas”, contou.

Agendamentos - Unidades escolares, empresas e outras instituições que queiram levar as atividades educativas realizadas pela Coordenação de Endemias para seus estabelecimentos, podem entrar em contato por meio do 0800-400-1893, das 8 às 17 horas, ou pelo e-mail educaendemias@saude.londrina.pr.gov.br. O mesmo telefone do Disque Dengue também recebe dúvidas e denúncias de possíveis focos do mosquito.

N.Com

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios