Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Durante audiência pública realizada na segunda-feira (29) pela Comissão Temporária da Covid-19, o senador Flávio Arns pediu ao ministro Marcelo Queiroga que o Ministério da Saúde aborde o tema da vacinação de pessoas com deficiência e com doenças raras com mais clareza. O senador destacou a importância da vacinação deste público pela grande vulnerabilidade e risco de complicações que sofrem em relação à doença, além de cobrar que a imunização dessas pessoas seja agilizada.

No ano passado, em conjunto com a senadora Mara Gabrilli, Arns já havia encaminhado pedido ao Ministério da Saúde para que pessoas com doenças raras, pessoas com deficiência e seus cuidadores fossem incluídos entre as populações-alvo prioritárias da campanha de vacinação contra a Covid-19, no âmbito do Programa Nacional de Imunizações (PNI).

Na justificativa do pedido, Arns e Gabrilli alegaram que as pessoas com deficiência ou com doenças raras apresentam maior vulnerabilidade e com isso são mais expostas ao risco de contaminação pela Covid-19, seja por deficiência da imunidade ou por causas genéticas ou metabólicas.

 “Sabemos que é necessário estabelecer gradações de prioridade. Mas não podemos deixar para trás grupos de pessoas vulneráveis. Muitas vezes, quem tem uma doença rara ou uma deficiência é invisível para o governo. Não podemos deixar isso acontecer”, afirmaram no documento. 

Ontem (30), Arns reforçou a necessidade em novo pedido encaminhado ao Ministério da Saúde e à coordenação do PNI. “Pedimos que o ministro venha a público informar ao  país sobre medidas oficiais a serem adotadas pelo Ministério da Saúde, inclusive para amenizar a angústia pela qual passam essas pessoas”, destacou o parlamentar.

Em ofício destinado à primeira-dama Michelle Bolsonaro, Arns já havia solicitado maior atenção a esta demanda. “Devemos unir nossos melhores esforços para vacinarmos com prioridade às pessoas com deficiência, pelos naturais agravamentos à saúde que apresentam”, salientou o senador.

Greicy Pessoa/Asimp

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios