Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Além de promover a saúde masculina, em Londrina o Agosto Azul incentiva o exercício da paternidade ativa

O Agosto Azul, instituído no Estado do Paraná em 2012, busca incentivar a prevenção e a promoção da saúde do homem, motivando uma mudança cultural para que eles cuidem mais da própria saúde. O mês também foi adotado pelo Ministério da Saúde (MS), no ano passado, como Mês de Valorização da Paternidade, de forma a repensar a participação dos homens na família e incentivar os pais a participarem ativamente na educação e desenvolvimento dos filhos.

Em Londrina, desde 2018, a Secretaria Municipal de Saúde implantou o Pré-Natal do Parceiro, que objetiva incentivar o exercício da paternidade ativa, ou seja, desde o planejamento da gravidez, até o acompanhamento do pré-natal, do parto e os cuidados no desenvolvimento da criança.

Segundo a coordenadora de Saúde do Adulto e do Homem, Juliana Marques, durante o acompanhamento do homem no pré-natal de sua parceira, a SMS aproveita para inserir o pai nos serviços de saúde prestados pelo município, como: atualização de vacinas, testes rápidos para detecção de HIV, Sífilis e Hepatites B e C, consultas médicas e de enfermagem, para identificação de fatores de risco para doenças como diabetes, hipertensão, câncer de próstata, entre outras. “Também temos os grupos de saúde, os quais eles podem ser inseridos, de acordo com a necessidade de cada um, como o de tabagismo, de atividade física e de alimentação saudável”, contou.

Juliana destacou que, além de incentivar o exercício da paternidade ativa, a iniciativa contribui com a promoção da saúde do homem, evitando o diagnóstico tardio de doenças. “Desde o ano passado nós nos unimos com o Agosto Dourado, mês do Aleitamento Materno, e que este ano trouxe a Semana Mundial de Amamentação (SMAM) com o tema Capacite os Pais e Permita a Amamentação, Agora e no futuro!, que tem tudo a ver com a ideia do Agosto Azul”, disse.

Uma das ações realizadas foi o Simpósio de Aleitamento Materno – Agosto Dourado e Azul, realizado no início do mês para profissionais e acadêmicos que atuam na promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno, mulheres que amamentam ,ou que amamentaram, e seus familiares. O evento teve parte da programação voltada ao cuidado da saúde masculina.

Juliana Marques frisou ainda a importância dos homens, não só os pais, cuidar da saúde e fazer consultas e exames regularmente, não apenas quando o problema estiver posto, mas prevenindo o aparecimento de doenças. “Culturalmente o homem não procura os serviços de saúde como a mulher. Precisamos mudar este paradigma e é isso que o Agosto Azul objetiva”, esclareceu.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios