Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Aplicação foi antecipada em uma semana, em todo Paraná; em Londrina as doses estão sendo distribuídas nas UBSs, mediante agendamento por telefone, para evitar aglomerações devido à pandemia viral

Começou ontem (28), em todo o Paraná, a Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e Multivacinação. A ação foi antecipada em uma semana, no Estado, e se estende até o dia 30 de outubro, segundo a Secretaria de Estado da Saúde (SESA). No calendário nacional, a campanha estava prevista para acontecer entre os dias 5 e 30 de outubro. Contudo, no Paraná, a vacinação terá uma semana a mais de duração, a fim de ofertar mais oportunidades de vacinar os filhos, especialmente durante a pandemia.

Em Londrina as doses estão sendo aplicadas nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), exceto nas respiratórias: Jardim Guanabara/Centro, Bandeirantes/Oeste, Ouro Branco/Sul, Chefe Newton e Maria Cecília/Norte e Vila Ricardo/Leste.

Para ser imunizado é necessário agendar um horário, por telefone, na UBS de referência. A medida visa evitar aglomerações, por conta da pandemia do novo coronavírus. Confira a lista das unidades, endereços e telefones no Portal da Prefeitura (clique aqui). No ato da vacinação é necessário levar um documento da criança e é desejável que se tenha a Carteira de Vacinação em mãos.

A poliomielite é uma doença viral que pode afetar os nervos e levar à paralisia parcial ou total. A transmissão acontece por água e alimentos contaminados ou contato com uma pessoa infectada. O Brasil, desde a década de 1990, tem reconhecimento de país com área livre da pólio. No Paraná, o último caso da doença foi registrado em 1987, contudo, é imprescindível manter a vacinação, pois mesmo erradicada ela pode retornar.

O secretário municipal de Saúde, Felippe Machado, ressaltou a importância dos responsáveis levarem as crianças para serem imunizadas. Segundo ele, o vírus causador da poliomielite é facilmente evitável por vacinação e pode causar danos seríssimos, como a paralisia infantil. “É importante aproveitar a oportunidade da Campanha de Multivacinação, que está ofertando diversas vacinas importantes para crianças e adolescentes de até 15 anos. A vacinação é um ato de amor, além de ser segura e eficaz. Por isso, não deixe de levar os seus filhos”, enfatizou.

Público

O público-alvo da campanha contra a poliomielite são crianças de 12 meses a menores de cinco anos. A meta do Município é imunizar 35 mil crianças contra a pólio. As doses são distribuídas em gotas, sem necessidade de agulha e seringa. Já a campanha de multinação é voltada a crianças e adolescentes de até 15 anos e são ofertadas diversas vacinas:

BCG, contra a tuberculose

Pentavalente, que previne a difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e influenza B

Rotavírus humano, contra a diarreia

Pneumocócica 10, que evita a pneumonia meningite e otite

Meningocócica C e ACWY, contra meningites

Tríplice viral, contra o sarampo, caxumba e rubéola

Vacina HPV, que evita tipos de câncer em jovens

Hepatite A

Febre amarela

Varicela

NCPML

#JornalUnião

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.