Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Nesta segunda fase, além de idosos e profissionais de saúde, podem aderir pacientes com doenças crônicas e condições clínicas especiais

Continua disponível, até esta sexta-feira (24), o agendamento eletrônico para vacinação contra a gripe, que irá ocorrer amanhã (25). Nessa segunda etapa da campanha nacional, a Prefeitura de Londrina passa a disponibilizar doses contra influenza aos doentes crônicos e pacientes com condições clínicas especiais. No total, 16 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) ficarão abertas, das 8 às 13 horas, para aplicar a vacina aos usuários que tenham realizado agendamento prévio, pelo link disponível no Portal da Prefeitura.

Além dos doentes crônicos, o agendamento permanece para idosos que não tenham sido vacinados durante a primeira fase da campanha, e profissionais da área da saúde. A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) reforça que é preciso contatar, por telefone, a UBS mais próxima de sua residência, e agendar a vacinação domiciliar de acamados ou idosos com mais de 80 anos.

Para o cadastro e agendamento da vacinação amanhã (25), é preciso informar CPF e nome completo do usuário, idade e telefone de contato (com DDD). É preciso deve selecionar em qual UBS deseja receber a dose, sendo que, das 16 oferecidas desde segunda, apenas quatro ainda possuem horários disponíveis.

A comprovação do usuário que pertence ao grupo de trabalhadores de saúde deve ser feita no ato da vacina, com carteira do conselho de classe ou declaração que ateste o vínculo empregatício. Para os doentes crônicos, atestado ou receita médica recente que indique a comorbidade ou tratamento. Neste grupo, são aceitos indivíduos com diagnóstico de hipertensão, insuficiência cardíaca, fibrose cística, asma, paciente em diálise, hepatites crônicas, transplantados, doenças renais, dentre outros.

Além dos pacientes crônicos, a campanha de vacinação também inclui, nesta segunda etapa, os profissionais das forças de segurança e salvamento, caminhoneiros, motoristas e cobradores de transporte coletivo, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional. Para as categorias profissionais, a SMS está programando, diretamente com as empresas e entidades de classe, a realização da vacina no ambiente de trabalho.

A última etapa da campanha, que deve ocorrer em maio, terá vacinação contra gripe para os demais grupos prioritários: professores, crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes e mães no pós-parto até 45 dias, entre outros grupos, estabelecidos pelo Ministério da Saúde.

Números

A Campanha de Vacinação contra a gripe iniciou em Londrina, no dia 23 de março. Desde então, foram aplicadas mais de 17 mil doses em profissionais da saúde, e mais de 69 mil na população com 60 anos ou mais, superando as metas previstas. Estes dois grupos compuseram a primeira etapa da campanha, cuja segunda fase iniciou na última segunda-feira (20).

A vacina trivalente contra influenza é fornecida pelo Ministério da Saúde, e protege contra os três vírus que mais circularam no ano passado pelo hemisfério sul: Influenza A (H1N1), Influenza B e Influenza A (H3N2).

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios