Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Londrina In Forma será executado em todas as UBS da região urbana e prevê encontros com educadores físicos, fisioterapeutas, nutricionistas, farmacêuticos, psicólogos, dentistas, entre outros profissionais

A Prefeitura de Londrina, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, lançou na segunda-feira ,20, na Unidade Básica de Saúde (UBS) do Cafezal, o projeto Londrina In Forma, que objetiva estimular a prática de atividades físicas e alimentação saudável na população, com foco na promoção da saúde e prevenção de doenças. A iniciativa será realizada nas 42 UBSs da zona urbana e deve atingir cerca de 1 mil pessoas na primeira fase, que prevê oito encontros semanais, com duração de 1h30, durante dois meses.

O trabalho será executado pelas equipes multiprofissionais dos Núcleos Ampliados de Saúde da Família (NASF), compostas por educadores físicos, fisioterapeutas, nutricionistas, farmacêuticos e psicólogos. Elas atuarão em conjunto com dentistas, Agentes Comunitários de Saúde(ACSs) e outros profissionais. A solenidade de lançamento aconteceu  na UBS do Conjunto Cafezal.

O prefeito Marcelo Belinati destacou que o programa é muito importante porque atua na prevenção de doenças, conscientizando a comunidade sobre a importância de ter qualidade de vida. “Isso envolve hábitos saudáveis de vida, como os relacionados à alimentação, qualidade do sono, prática de atividade físicas, evitar estresse, entre outras ações. Por meio desta iniciativa as pessoas irão receber diversas informações sobre isso e vamos executar o projeto em toda a cidade, pois tenho certeza de que atividades do projeto farão bem tanto para a saúde do corpo como da alma, elevando a autoestima e trazendo alegria para os participantes”, afirmou.

Durante a solenidade, o prefeito informou ainda que a região do Cafezal será contemplada com outras melhorias na saúde, incluindo a construção de um complexo esportivo, a reforma da UBS, prevista para o segundo semestre deste ano, um mutirão de serviços, além da construção de uma capela mortuária, com previsão de execução em 2020, uma reinvindicação muito antiga da comunidade.

O secretário da pasta, Felippe Machado, reforçou que este é um projeto inédito da administração do prefeito Marcelo Belinati, que vai contribuir para que a população adoeça menos e tenha mais qualidade de vida. “Precisamos frisar que as doenças crônicas não transmissíveis, como o diabetes, as doenças do coração e hipertensão arterial, são responsáveis por 75% dos óbitos em nível mundial. Com este programa podemos evitar, a médio e longo prazo, que as pessoas fiquem doentes. Após a primeira etapa vamos abrir novas turmas e consolidar e institucionalizar o programa dentro da secretaria”, disse.

A coordenadora do Programa Saúde da Família (PSF) – Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF), Vânia Cristina da Silva Alcântara, explicou que as pessoas interessadas em participar do Londrina In Forma devem procurar a UBS mais próxima, a partir de hoje. Elas serão avaliadas se estão dentro dos critérios de inclusão – ter acima de 15 anos e disponibilidade para participar dos oito encontros semanais – e na sequência será agendada uma avaliação física individual, onde serão feitos exames, a fim de avaliar o estado de saúde dos pacientes. Os grupos serão compostos por 20 a 30 pessoas

“Após a conclusão dos oito encontros, faremos uma manutenção do trabalho, após 30 dias, e mais duas manutenções trimestrais. Entendemos que depois da participação no projeto, durante este período, a pessoa conseguirá continuar o trabalho sozinha”, apontou. Cada encontro do projeto terá um objetivo e um complementa o outro, incluindo orientações nutricionais, com metas semanais, e de saúde bucal; atividades físicas, dentro das limitações de cada pessoa, com o treino adaptado pelo fisioterapeuta; suporte emocional, por meio dos psicólogos; e palestras com farmacêuticos, que trabalharão os mitos e conceitos sobre dietas da moda e medicamentos para emagrecimento.

A líder comunitária do bairro, Ana Paula de Góis, parabenizou o projeto e disse que que as atividades serão importantes para promover a saúde da população. “Ações como esta são fundamentais para a comunidade e ficamos muito felizes com o início do programa. A união faz a força e estamos juntos”, frisou.

Também estiveram presentes no lançamento do projeto, o vice-prefeito, João Mendonça; o chefe de Gabinete, Tadeu Felismino; a diretora da Diretoria de Atenção Primária em Saúde (DAPS), Valéria Barbosa; a coordenadora da UBS Cafezal, Fernanda Fernandes; os vereadores Ailton Nantes e Jamil Janene, e a comunidade local.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios