Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Com a contratualização de 40 leitos do Hospital Universitário, a cidade passa a ter 141 vagas de UTI adulto exclusivas para Covid-19

O Hospital Universitário da Universidade Estadual de Londrina (HU-UEL) formalizou, na quarta-feira (28), a contratação de 40 leitos da Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) adulto, exclusivos para Covid-19. A medida representa a criação de 14 novos leitos e qualificação de outros 26 leitos de retaguarda, que já estavam equipados e utilizados.

O HU-UEL é referência para Londrina e outros 96 municípios da macrorregião norte do Paraná, no atendimento hospitalar de casos moderados e graves de Covid-19. Agora, a unidade passa a oferecer 106 leitos de UTI Adulto exclusivos para Covid-19, e a cidade atinge 141 leitos nessa mesma modalidade.

A contratação desses novos leitos garante o repasse de recursos pelo poder público, permitindo que seja mantida o atendimento de qualidade aos pacientes. Além disso, as novas vagam auxiliam a reduzir a fila de pessoas que aguardam por leitos de UTI.

Os 40 leitos foram contratualizados pela Secretaria de Estado da Saúde do Paraná (SESA). E a Prefeitura de Londrina cede, atualmente, 25 enfermeiros e 91 auxiliares de enfermagem ao HU-UEL. Todos estão em atividade, complementando as equipes do hospital.

“A qualificação e contratação desses 40 leitos no HU, colocados à disposição de toda população, foi possível graças à união de esforços. O Município fornece servidores, enquanto o Estado e o Ministério da Saúde apoiam com custeio. Com novos leitos, a expectativa é que nesse momento, onde o cenário é mais pessoas em estado grave por conta da Covid-19, todos obtenham a assistência adequada”, detalhou o secretário municipal de Saúde, Felippe Machado.

A parceria de cessão de servidores ao HU-UEL, firmada por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), ocorre desde o início da pandemia.

Até o momento, 41 enfermeiros e 148 auxiliares foram contratados pela Prefeitura de Londrina e cedidos para trabalharem no hospital. A medida representa um investimento de R$ 2,158 milhões em recursos municipais.

E mais um enfermeiro e 33 auxiliares de enfermagem estão em fase de contratação pela SMS. Todos os funcionários foram contratados pela Prefeitura por meio de processos seletivos emergenciais, realizados ao longo de 2020 e 2021.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios