Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Com a contratualização de 40 leitos do Hospital Universitário, a cidade passa a ter 141 vagas de UTI adulto exclusivas para Covid-19

O Hospital Universitário da Universidade Estadual de Londrina (HU-UEL) formalizou, na quarta-feira (28), a contratação de 40 leitos da Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) adulto, exclusivos para Covid-19. A medida representa a criação de 14 novos leitos e qualificação de outros 26 leitos de retaguarda, que já estavam equipados e utilizados.

O HU-UEL é referência para Londrina e outros 96 municípios da macrorregião norte do Paraná, no atendimento hospitalar de casos moderados e graves de Covid-19. Agora, a unidade passa a oferecer 106 leitos de UTI Adulto exclusivos para Covid-19, e a cidade atinge 141 leitos nessa mesma modalidade.

A contratação desses novos leitos garante o repasse de recursos pelo poder público, permitindo que seja mantida o atendimento de qualidade aos pacientes. Além disso, as novas vagam auxiliam a reduzir a fila de pessoas que aguardam por leitos de UTI.

Os 40 leitos foram contratualizados pela Secretaria de Estado da Saúde do Paraná (SESA). E a Prefeitura de Londrina cede, atualmente, 25 enfermeiros e 91 auxiliares de enfermagem ao HU-UEL. Todos estão em atividade, complementando as equipes do hospital.

“A qualificação e contratação desses 40 leitos no HU, colocados à disposição de toda população, foi possível graças à união de esforços. O Município fornece servidores, enquanto o Estado e o Ministério da Saúde apoiam com custeio. Com novos leitos, a expectativa é que nesse momento, onde o cenário é mais pessoas em estado grave por conta da Covid-19, todos obtenham a assistência adequada”, detalhou o secretário municipal de Saúde, Felippe Machado.

A parceria de cessão de servidores ao HU-UEL, firmada por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), ocorre desde o início da pandemia.

Até o momento, 41 enfermeiros e 148 auxiliares foram contratados pela Prefeitura de Londrina e cedidos para trabalharem no hospital. A medida representa um investimento de R$ 2,158 milhões em recursos municipais.

E mais um enfermeiro e 33 auxiliares de enfermagem estão em fase de contratação pela SMS. Todos os funcionários foram contratados pela Prefeitura por meio de processos seletivos emergenciais, realizados ao longo de 2020 e 2021.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.