Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Prefeitura conta com o auxílio da empresa Indrel Scientific, que gratuitamente, fez o empréstimo de ultracongelador de vacinas; Município conduz licitação para compra de seu próprio refrigerador

 Refrigerador tem espaço para acondicionar 24.375 frascos, que correspondem a 146.250 doses da vacina. Imagem: Divulgação

Londrina está preparada para receber as vacinas da Pfizer, inclusive congeladas. A Prefeitura de Londrina, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), conta com o auxílio da companhia londrinense Indrel Scientific, que gratuitamente, cedeu por empréstimo um ultracongelador laboratorial de 590 litros. O equipamento, que foi entregue pela empresa na terça-feira (25), já está na Central de Armazenamento de Vacinas, onde permanecerá até que o Munícipio conclua a licitação para adquirir seu próprio refrigerador, nos próximos dias (leia mais abaixo).

Vacinas da Pfizer têm validade de até seis meses quando congeladas a 80 graus negativos. Imagem: Divulgação

Com capacidade para atingir até 90 graus negativos, o aparelho será utilizado para o armazenamento das vacinas contra a Covid-19 produzidas pela marca Pfizer  que, quando congeladas, precisam ser mantidas a uma temperatura de 80 graus abaixo de zero. Nessas condições, a validade do imunizante passa a ser de seis meses, contra cinco dias quando está descongelado. Ao todo, o refrigerador tem espaço para acondicionar 24.375 frascos, que correspondem a 146.250 doses da vacina.

O secretário municipal de Saúde, Felippe Machado, agradeceu à Indrel Scientific pela importante contribuição no enfrentamento à pandemia. “É uma iniciativa muito nobre por parte de uma empresa londrinense que nos orgulha, e que é referência em tecnologia e inovação. Graças a esse empréstimo, poderemos otimizar o uso das vacinas Pfizer até que a Prefeitura possa finalizar a compra de seu equipamento”, pontuou.

Ainda segundo Machado, o próximo lote da vacina Pfizer, que chega a Londrina nos próximos dias, será entregue descongelado, devendo ser utilizado no prazo de cinco dias. Porém, o Município já está se articulando junto ao Ministério da Saúde e à Secretaria de Estado da Saúde (Sesa/PR) para que as futuras doses cheguem congeladas.

Licitação

Com o objetivo de adquirir seu próprio ultracongelador, a Prefeitura está conduzindo o Pregão Eletrônico no 123/2021. Entre outras especificações técnicas, o aparelho deverá ter capacidade para atingir 86 graus negativos e armazenar 520 litros, possuindo certificação de qualidade ISO 13485.  A licitação tem o valor de R$ 45.313,33 e os interessados poderão apresentar suas propostas até as 13h de quarta-feira (2). As informações completas sobre o processo podem ser encontradas neste link.

O secretário municipal de Gestão Pública, Fábio Cavazotti, informou que o pregão está sendo realizado de acordo com a Lei no 14124/2021, que diminui os prazos para compras de itens utilizados no enfrentamento à pandemia. “Com o equipamento que nos foi emprestado, sem custos, pela Indrel, temos condições de continuar recebendo as vacinas da Pfizer até que os trâmites da licitação estejam finalizados. Assim, podemos analisar as propostas de forma detalhada, não sendo necessário realizar dispensa de licitação ou contratos emergenciais”, disse.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios