Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Quem tomou a vacina do Butantan, até o dia 2 de março, deve escolher um horário para receber a dose de reforço; agendamento vai de hoje (25) até segunda-feira (29)

A Prefeitura de Londrina, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), está convocando os idosos e profissionais da saúde que tomaram a primeira dose da vacina contra o novo Coronavírus para que recebam a dose de reforço. Foram abertas 1.900 vagas para o agendamento de horários exclusivos às pessoas que foram vacinadas com a Coronavac, produzida pelo Instituto Butantan.

Dessa forma, quem tomou a primeira dose da Coronavac, até o dia 2 de março, precisa escolher um dos horários disponíveis no site da Prefeitura de Londrina (clique aqui).  As vagas estão abertas de hoje (25) até segunda-feira (29), exclusivamente no Centro de Convivência do Idoso (CCI) Norte, que atende de segunda a sábado, das 7h30 às 23h, e aos domingos, das 8h30 às 20h. A unidade, que está funcionando como um Centro de Imunização da Secretaria de Saúde,  fica na Rua Luiz Brugin, 570, esquina com a Avenida Saul Elkind.

Segundo o secretário municipal de saúde, Felippe Machado, o objetivo é que cerca de 1.600 pessoas que já podem tomar a segunda dose, mas que ainda não agendaram um horário, façam isso nos próximos dias.

A dose de reforço é necessária para garantir a eficácia da vacina e, por isso, não deve ser esquecida. “É importante que o protocolo de vacinação seja seguido, porque a segunda dose é um reforço orientado pelos fabricantes da própria vacina. Ela é crucial para que nosso sistema imunológico possa ter a melhor e mais adequada resposta em relação à infecção, quando em contato com o vírus. Pedimos aos idosos e profissionais da saúde que já atingiram o intervalo de tempo suficiente para tomar a segunda dose, que agendem um dia e horário disponível”, pediu Machado.

A Prefeitura de Londrina abriu vagas extras exclusivamente para a aplicação da segunda dose. Elas atenderão as pessoas que precisam tomar a dose de reforço, identificadas pelo sistema informatizado da Secretaria de Saúde.

Além desse grupo, a Prefeitura também liberou, na segunda-feira (22), o agendamento para pessoas com mais de 70 anos e para os profissionais e trabalhadores de saúde. Somados, os dois públicos abrangem mais de 18 mil pessoas. Quem não tiver acesso à internet, ou impressoras para imprimir o comprovante com o QR-CODE, pode buscar ajuda em uma das unidades escolares da rede municipal. Os diretores e professores das escolas e CMEIs estão prontos para oferecer auxílio, assim como os profissionais que estão atendendo nos Centros de Convivência do Idoso (veja aqui a lista de todos os CCIs).

Até as 21 horas de quarta-feira (24), Londrina registrou a vacinação de 44.218 pessoas que receberam a primeira dose e de 14.646 que tomaram a segunda dose.

NCPML

#JornalUnião

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.