Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Serviço de inspeção de imóveis continua durante os dias úteis

Ontem (27), a Secretaria Municipal de Saúde divulgou os números atualizados da dengue no Município e orientações à população durante o período de feriado e férias escolares. De acordo com os dados, até a última semana de dezembro de 2017, foram registrados 3.855 notificações relacionadas à doença. Deste total, 41 casos foram confirmados e 3.274 descartados. Outros 540 estão em andamento, aguardando o resultado de exames laboratoriais.
Para manter baixos os números de casos da doença, os agentes municipais de endemias continuam com os trabalhos de vistorias nos imóveis. A ação de conscientização dos moradores do Jardim Bancários, próximo ao fundo do vale da região, que seria realizada na terça-feira (26) foi adiada devido à chuva.
Assim que o tempo melhorar, os quatro agentes vão até aquela região para conversar com os cidadãos. Eles farão a divulgação das maneiras de prevenção, controle e combate de focos do mosquito transmissor da dengue, o Aedes aegypti; farão também os trabalhos de recuperação das residências que se encontravam fechadas no início do mês (quando os agentes foram vistoriar e não foram atendidos); e vão levar informações sobre a importância da reciclagem.
 

“Os números de casos de dengue estão baixos, mas os de focos do mosquito estão altos. Isso é uma constatação nacional, não apenas de Londrina. Mesmo não tendo números altos da doença, os cuidados devem continuar”, disse a coordenadora de endemias, Fabiane Cordeiro da Luz.

No início de janeiro, a equipe de educadores em endemias vai até a região noroeste para conversar com os moradores e entregarem sacos de lixo pretos. A intenção é mostrar a separação dos materiais que são descartados, sejam eles recicláveis ou não. Os serviços de vistorias nos imóveis em dias úteis continuam durante a semana.

Dicas para prevenir a dengue

Ações simples, feitas com frequência, podem ajudar a combater a proliferação da dengue. Entre as ações estão o acondicionamento correto do lixo; colocação de areia nas bordas dos pratos de plantas e flores; limpeza do bebedouro de cachorros e gatos; remoção das folhas e galhos que podem entupir as calhas de água; manutenção da limpeza e do fechamento da caixa de água; limpeza de lajes e locais que acumulam água e descarte de latas, garrafas pets, copos e embalagens plásticas em sacos de lixo fechados.
Caso o cidadão veja algum lugar com água parada pode telefonar para 0800 400 1893, na Guarda Municipal 153 ou na Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU).
Ana Paula Hedler/NC/PML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios