Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Espaço no Aurora Shopping é a 1ª de série de ações programadas por uma Fundação que quer construir centro médico em Londrina

Nos dias 30, 31 de agosto e 1º de setembro, será realizado no segundo piso do Aurora Shopping, em Londrina, o Espaço Esclerose Múltipla, com o objetivo de informar a comunidade sobre a doença, e, acima de tudo, focar na inclusão e em relatos de quem redescobriu a beleza da vida após o diagnóstico.

A programação tem atividades lúdicas para crianças e workshops com diversos profissionais. O evento, realizado pela Clínica N3 e pela Fundação Redescoberta da Vida, marca uma data especial: o dia nacional de conscientização sobre a esclerose múltipla, em 30 de agosto.

"Os pacientes de esclerose múltipla me ensinam todos os dias a valorizar e olhar a verdadeira beleza da vida. Que podemos ser protagonistas e não vítimas da nossa história", afirma o médico neurologista Leonardo Valente de Camargo, da Clínica N3.

A esclerose múltipla é uma doença inflamatória crônica autoimune que afeta o sistema nervoso central (cérebro e medula espinhal) e atinge, em sua maioria, mulheres de 20 a 40 anos, mas não se limita a esse público. Hoje, estima-se mais de 40.000 pessoas no Brasil e mais de 2,5 milhões de pessoas em todo o mundo com a Esclerose Múltipla. Por volta de cinco anos atrás, aproximadamente metade das pessoas ainda não recebia o tratamento adequado no Brasil.

O evento tem diversas atividades direcionadas para crianças e tem o objetivo de trabalhar questões como inclusão, convivência com as diferenças, acessibilidade e ensinar os pequenos a se colocarem no lugar do outro. Estão previstas oficinas de arte e contação de histórias, workshops de scrapbook, aulas gratuitas de ballet e oficinas de criação de games com professores da escola de tecnologia Happy Code.

Artistas londrinenses também estarão presentes no Espaço Esclerose Múltipla no Aurora Shopping. O fotógrafo Fer Stein fará a exposição "Redescoberta" com retratos de pessoas que redescobriram a vida após serem diagnosticadas com a doença. A bailarina Eduarda Farias apresentará uma coreografia desenvolvida por ela após ser diagnosticada com a doença. A artista plástica Udhi Jozzolino também terá uma mostra com quadros feitos com uma técnica especial. Udhi, por não poder mais usar tinta à óleo, devido a Esclerose Múltipla, desafiou sua própria criatividade e encontrou caminhos para continuar trabalhando.

Neurologistas, nutricionistas, fisioterapeutas e outros profissionais apresentarão diversos aspectos da esclerose múltipla para a comunidade. O evento é aberto ao público e gratuito. As inscrições para as oficinas serão feitas no local.

O Espaço Esclerose Múltipla é o primeiro de diversas ações promovidas pela Fundação Redescoberta da vida que pretende, além de informar melhor a sociedade sobre diversas doenças neurológicas, viabilizar a construção de um centro integrado de pesquisa, diagnóstico e reabilitação na cidade de Londrina.

O evento é uma realização da Clínica N3 e Fundação Redescoberta da Vida com o apoio do Aurora Shopping, EMS, GFCA Brasil Consultoria e Investimentos, DS Contadores Associados, Omega Diagnósticos, Ultramed, Uniprime Cooperativa de Crédito, MP Diagnósticos, Ortopédica Londrina, Happy Code, PUCPR, Aero Rangus, ALPEM (Associação Londrinense dos Portadores de Esclerose Múltipla), ABEM (Associação Brasileira de Esclerose Múltipla), Sinepe/PR (Sindicato das Escolas Particulares) e Jabuticaba Criativa.

A programação completa está em www.redescobertadavida.com

Ruth Costa Meira/Asimp

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios