Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Imunização contra a gripe encerra no dia 30 de junho; em Londrina mais de 145 mil pessoas já se protegeram através da vacina

A partir da próxima segunda-feira (15), a vacinação contra a gripe para o público adulto passará a ser feita através de agendamento prévio. Os interessados em se imunizar contra os três principais tipos de vírus Influenza devem telefonar para a Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima de sua residência e agendar um horário de atendimento.

A intenção é que os adultos possam marcar um horário, sem sair de casa, evitando com isso a aglomeração nas unidades básicas. “O adulto que ainda não tomou a vacina da gripe tem que entrar em contato com a UBS mais próxima e fazer o agendamento, durante o horário normal de atendimento. Se, por acaso, a unidade mais próxima for aquela que atende exclusivamente doença respiratória, ele pode procurar outra unidade”, explicou a diretora de Vigilância em Saúde, Sônia Fernandes.

Até o momento, 3.529 adultos entre 55 a 59 anos se imunizaram em Londrina. A meta era que 23.206 tivessem tomada a vacina contra a gripe, ou seja, apenas 15,2% do público-alvo adulto compareceu para receber a vacina gratuita.

Contato com as UBS

Para saber os telefones, os horários de funcionamento e os endereços das Unidades Básicas de Saúde, o cidadão deve acessar o site da Prefeitura de Londrina, onde encontrará todas as informações sobre esses locais. Quem preferir pode clicar diretamente aqui. A lista completa das UBS está separada por região da cidade.

Crianças

Além dos adultos, outro público que continua sendo o foco da prorrogação da campanha são as crianças de 6 meses a menores de 6 anos. Isso porque, a meta era imunizar 36.112 crianças em Londrina, porém, até o momento, apenas 14.130 tomaram a vacina. Isso representa menos da metade do público-alvo, ou seja, 39,12% das crianças estão protegidas.

Com a baixa procura pela vacinação, tanto durante a semana quanto aos sábados, a Secretaria de Saúde estuda novas estratégias para atingir as crianças de 6 meses a menores de 6 anos. “Estamos avaliando a possibilidade e a viabilidade de realizarmos a vacina fora das Unidades Básicas de Saúde, como na Super Creche, por exemplo, para vermos se os pais levarão as crianças para a vacinação, mas isso ainda está sendo estudado e quando definirmos a estratégia divulgaremos”, destacou a diretora de Vigilância em Saúde.

Ao todo, 145.330 pessoas foram imunizadas contra a gripe na rede pública de saúde de Londrina. Além das crianças e dos adultos mencionados, já receberam a vacina 75.528 idosos, 22.057 profissionais de saúde, 18.533 doentes crônicos, 3.454 professores, 1.755 gestantes, 205 puérperas, 1.656 motoristas de caminhão e 906 de ônibus, 1.121 profissionais de segurança e 418 do sistema prisional, 1.776 pessoas privadas de liberdade e 262 pessoas com deficiência.

A vacina distribuída na rede municipal protege contra três tipos de vírus da Influenza, sendo do vírus da H1N1, H3N2 e Linguagem B/Victoria. A vacina não protege contra o novo coronavírus, mas ajuda aos profissionais de saúde na exclusão do diagnóstico para Covid-19, já que os sintomas são parecidos. A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe envolve as três esferas do governo, a União, os Estados e os Municípios e encerra no dia 30 de junho.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios