Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Gestantes, puérperas, adultos e crianças possuem os menores índices de cobertura vacinal; campanha foi estendida até 30 de junho

Iniciada em 23 de março, a Campanha de Vacinação contra a gripe já imunizou 146.153 pessoas em Londrina, segundo o balanço preliminar da Secretaria Municipal de Saúde (SMS). As doses, fornecidas pelo governo federal, são exclusivas às pessoas que fazem parte de grupos prioritários, definidos pelo Ministério da Saúde por terem maior chance de contrair a doença e apresentarem complicações graves.

Para atingir o maior número de pessoas, em Londrina foram realizadas diversas ações, aos sábados, para que a população recebesse as doses em segurança, respeitando as recomendações de distanciamento social. E novamente, no próximo sábado (27), haverá aplicação da vacina. Três unidades escolares estarão abertas, nas regiões centro, leste e norte, para vacinação contra a gripe, mediante agendamento prévio.

O agendamento deve ser feito na página inicial do Portal da Prefeitura, no banner “Agendamentos – Vacinação Contra Influenza 2020”. É preciso informar os dados pessoais, indicar qual grupo prioritário se enquadra, e selecionar local e horário da vacinação. Estarão abertos o CMEI Valéria Veronesi (centro), Escola Municipal José Garcia Villar (leste), e Escola Municipal Professor Moacyr Teixeira (norte).

Dados

O primeiro grupo contemplado pela campanha foi de idosos. A dose está sendo aplicada desde 23 de março para esta população, com 60 anos de idade ou mais, com 75.602 doses fornecidas, cerca de 10 mil a mais que o total previsto. Em profissionais de saúde, foram realizadas 22.078 vacinas, quase cinco mil a mais que o previsto.

Por conta da baixa adesão de crianças, gestantes e puérperas à campanha, nesta semana o agendamento está disponível apenas para esses grupos. A partir da próxima segunda-feira (22), os demais grupos também poderão fazer o processo e garantir a sua dose contra a gripe. Nas crianças com mais de seis meses e menores de seis anos, apenas 14.442 doses foram aplicadas, o equivalente a 40% da meta, que é vacinar 36.112 crianças. Em gestantes e puérperas, foram registradas, respectivamente, 1.821 e 208 doses, 34,6% e 24,1% dentre um público estimado de 5.259 e 864 mulheres, na mesma ordem.

Outro grupo com cobertura vacinal pequena é de adultos com 55 a 59 anos, que têm direito a receber a vacinação este ano. Apenas 3.599 foram imunizados, 13,7% do total estimado de 26.203 pessoas. Para aumentar o índice, a diretora de Vigilância em Saúde da SMS, Sônia Fernandes, explicou que os adultos nessa faixa etária podem agendar por telefone, diretamente na Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima de sua residência, a vacinação. “Esses adultos podem ligar na UBS, exceto as que estão em reformas ou com atendimento exclusivo de casos respiratórios, e agendar a vacina para ser feita durante a semana, de segunda a sexta-feira”, destacou.

Ainda conforme o boletim da Secretaria Municipal de Saúde, Londrina registrou a aplicação de outras 28.385 doses, para caminhoneiros, profissionais de transporte coletivo, pacientes com doenças crônicas, professores da rede pública e privada, pessoas com deficiência, profissionais das forças de segurança e salvamento, funcionários do sistema prisional e população privada de liberdade.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios