Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Secretaria Municipal de Saúde realizou uma série ações, para atingir o maior número de pessoas

Desde o inicio da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe, que começou em 23 de março, 107 mil 307 pessoas já foram imunizadas em Londrina até agora. Do total, a maior parte das doses foi aplicada em idosos (77 mil 229), seguido por trabalhadores da saúde (19 mil 615), pessoas com doenças crônicas não transmissíveis (11 mil 644), trabalhadores do transporte coletivo (867), população privada de liberdade (737), forças de segurança (586) e funcionários do sistema prisional (66). Todos estão no público-alvo da primeira e segunda etapas da vacinação.

Além deles, também foram imunizados 288 adultos, de 55 a 59 anos, 90 crianças, de 6 meses a 6 anos, e 10 gestantes. Desde o início campanha, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) realizou diversas ações de vacinação para atingir o maior número de pessoas, como imunização nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), com horário agendado, para evitar aglomerações, vacinação para os idosos com mais de 80 anos em casa, ação em sistema de drive-thru (sem sair do carro), em rodovias e diversos locais de trabalho.

A Campanha de Vacinação contra a Gripe, que normalmente se inicia em abril, foi antecipada para março, devido à pandemia do novo coronavírus. Ela prossegue até este mês, inclusive para os idosos. Assim que novos lotes da Vacina Influenza Trivalente forem enviadas ao município, pelo MS, novas ações devem ser agendadas. A dose não protege contra o coronavírus, contudo é uma maneira de proteger contra doenças respiratórias, que podem favorecer o aparecimento de outras infecções. Ela garante a proteção contra os três subtipos do vírus da gripe que mais circularam no Hemisfério Sul, incluindo o H1N1.

A diretora de Vigilância em Saúde da SMS, Sônia Fernandes, ressaltou que, mesmo não protegendo contra o coronavírus, a vacinação é importante porque ela previne que as pessoas peguem gripe. “Sabemos que a gripe sempre foi causadora de doenças e que ela abre a possibilidade para algumas infecções secundárias, por isso ela é extremamente importante, principalmente para a população idosa. Esta vacinação objetiva evitar as gripes usuais”, disse.

NC/PML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios