Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Na quarta-feira (21), feriado de Tiradentes, doze unidades abriram exclusivamente para vacinação contra Covid-19 e gripe

As doze unidades de saúde municipais que abriram no feriado de Tiradentes, exclusivamente para vacinação, registraram a aplicação de 5.484 doses. De acordo com o levantamento da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), foram feitas 3.794 vacinações contra Covid-19 e outras 1.690 contra a gripe (influenza).

O secretário municipal de Saúde, Felippe Machado, disse que a iniciativa de atendimento no feriado foi produtiva e de muito trabalho para as equipes da SMS. “Foi um dia abençoado, para que a gente desse continuidade ao processo de vacinação contra a Covid-19, onde quase quatro mil pessoas foram vacinadas, e também para acelerar outra campanha de vacinação muito importante e concomitante, que é a da gripe”, comentou.

Contra a Covid-19, as doses são fornecidas para idosos acima de 63 anos; profissionais de saúde e trabalhadores do setor; funcionários e integrantes das forças de segurança, salvamento, sistema prisional e forças armadas. Foram aplicadas, durante o feriado, 1.448 primeiras e 2.346 segundas doses.

O atendimento foi realizado no Centro de Imunização da Zona Norte e nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do Jardim do Sol, Vila Casoni, Eldorado, Alvorada e Ernani, das 8h às 19h.

E a campanha de vacinação contra influenza, vírus causador da gripe, está na primeira etapa. Nessa fase, o público-alvo inclui mulheres até 45 dias após o parto, gestantes, e crianças de 6 meses a menores de 6 anos.

No caso da vacina contra gripe, a dose é única, exceto quando se trata da primeira aplicação. Na quarta-feira (21), foram registradas 1.690 doses, sendo 1.533 em crianças.

Excepcionalmente, a vacinação foi feita nas UBSs do Tókio, Santa Rita, Parigot, Itapoã, Armindo Guazi e do Centro, das 8h às 17h.

Machado agradeceu o empenho de todos os servidores envolvido na vacinação durante a quarta-feira (21), feriado nacional. “Enalteço todos os nossos profissionais que têm se dedicado bastante e não medem esforços para que a gente possa dar toda celeridade possível a esse processo de vacinação. Londrina talvez seja a primeira cidade do país que vacina em horários diferenciados, abre nos feriados e atende de segunda a segunda. E conta com um processo de organização reconhecido pela população, pelo qual quase 100 mil londrinenses foram vacinados, com um nível de atendimento altamente satisfatório”, frisou.

As campanhas continuam em andamento. Para ser vacinado contra Covid-19, é necessário fazer o agendamento on-line no site da Prefeitura. E contra o influenza, também é necessário agendar com antecedência, ligando na UBS mais próxima da residência.

NCPML

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios