Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Acontece nesta terça-feira (22), das 16h30 às 18h, o 2º Encontro das Mães Doadoras de Leite Materno, na Maternidade Municipal Lucilla Ballalai, localizada na Rua Jacob Bartolomeu Minatti, 350, na Vila Casoni. O evento é uma homenagem da Secretaria Municipal de Saúde às mães doadoras de leite materno e celebra o Dia Mundial de Doação de Leite Humano, comemorado em 19 de maio.

De acordo com a coordenadora de enfermagem da Maternidade Municipal, Zandira Batista, a intenção é fazer um agradecimento às mulheres que doam leite materno e chamar a atenção de outras possíveis doadoras para que elas também ajudem na ação. Para isso, durante o evento, serão apresentados os dados sobre as atividades ministradas no Posto de Coleta e Aleitamento Materno da maternidade; serão distribuídas camisetas elaboradas pelo Comitê Municipal de Aleitamento Materno (CALMA) e haverá uma homenagem às mulheres doadoras de leite materno, com sessão de depoimentos.

“O aleitamento materno é a nutrição mais saudável para o bebê, porque toda a imunidade da mãe passa para o bebê por meio dele. Ele também tem os níveis de gordura, água, carboidrato, proteína e vitaminas na proporção correta, já está na temperatura adequada, não tem perigo de a criança desenvolver alergias como existe com as fórmulas ou leites industrializados, protege contra as infecções e fortalece o vínculo afetivo entre a criança e a mãe, proporcionando mais segurança ao bebê durante seu desenvolvimento”, explicou a coordenadora de enfermagem da Maternidade.

Atualmente, 22 mulheres são doadoras de leite da Maternidade Municipal, que é um dos postos de recolhimento do produto. Mensalmente, cerca de 35 litros de leite humano são recolhidos na maternidade. Todo o material arrecadado é destinado ao Banco de Leite Humano de Londrina (BLH) Maria Lucilia Monti Magalhães do Hospital Universitário (HU), localizado na Avenida Robert Koch, 60, na Vila Operária.

O BLH é o Centro de Referência de Londrina. Nele o leite passa pelo processo de esterilização, pelo controle de qualidade e por exames microbiológicos. Depois de aprovado em todas as etapas, está estéril e apto para a doação pelo período de 6 meses. O leite tratado e acondicionado corretamente é distribuído às Unidades de Terapia Intensiva Neonatal (UTI neonatal) do Hospital Universitário, do Hospital Infantil, do Evangélico, do Coraçãozinho, da Maternidade Municipal Lucilla Ballalai, além dos Hospitais de Rolândia e de Cornélio.

Como ser uma doadora - As mulheres que têm uma produção de leite materno acima do necessário para a alimentação de seu filho, podem ajudar os outros bebês que necessitam do leite humano. Para isso, as interessadas em se tornar doadoras podem telefonar para a Maternidade Municipal no (43) 3372-9850 ou (43) 3372-9857. Também é possível entrar em contato com o Banco Leite Humano no (43) 3371-2390.

Todas as doadoras recebem instruções e acompanhamento dos profissionais de saúde, que realizam uma visita domiciliar semanalmente. As doadoras devem congelar o leite doado, pois dessa forma ele tem durabilidade de 15 dias.

Atendimento pelo telefone - As mães que estão com dificuldades para amamentar podem receber ajuda em casa, via telefone, se desejarem. Para isso, elas podem telefonar para (43) 3372-9853. Ali será feito um atendimento personalizado por meio de profissionais da Secretaria Municipal de Saúde na Maternidade Municipal. Por mês, de acordo com os dados da Maternidade Municipal Lucilla Ballalai, em média, de 15 a 20 mulheres utilizam este serviço.

Além delas, cerca de 30% das mulheres, que realizam o parto na sede da maternidade, saem selecionadas através do sistema de monitoramento. Assim, no dia seguinte à saída delas da maternidade, os profissionais da saúde telefonam para verificar se elas precisam de auxílio. A intenção é estimulá-las a amamentar e ajudá-las a fazê-lo de forma correta.

Além disso, a Secretaria Municipal de Saúde disponibiliza um encarte em seu site e que pode ser acessado pelo https://goo.gl/QEbhuL. Assim, caso a mulher tenha dúvida, ela pode sanar com a ajuda das informações contidas no informativo.

No ano passado, foi instituído no calendário anual da Secretaria Municipal de Saúde o Encontro das Mães Doadoras de Leite Materno, sendo que o primeiro foi realizado em novembro de 2017. São parceiros dessa atividade o Comitê Municipal de Aleitamento Materno (CALMA), o Banco de Leite Humano do Hospital Universitário de Londrina.

N.Com

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios