Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A 24ª Promotoria de Justiça de Londrina, no Norte Central paranaense, emitiu ontem, 1º de agosto, recomendação administrativa dirigida ao prefeito e ao diretor-superintendente da Autarquia Municipal de Saúde para que sejam adotadas providências para resolver a falta de recursos humanos nos serviços de saúde do município. O documento ressalta que há um deficit de 904 servidores nessa área.

Desde setembro de 2014, o Ministério Público do Paraná instaurou 38 procedimentos administrativos relacionados ao problema, a partir de reclamações dos usuários do Sistema Único de Saúde e de informações de diferentes fontes, inclusive o Sindicato dos Médicos do Norte do Paraná. Audiência pública realizada em dezembro do ano passado já indicava a grande falta de profissionais de saúde na cidade.

Para buscar uma solução ao problema, o MPPR recomenda a contratação, até 31 de janeiro de 2019, de 25% dos profissionais necessários do total de 904 (227 médicos, 91 enfermeiros, 137 técnicos em enfermagem, 375 agentes comunitários de saúde, 23 técnicos de gestão pública, 8 educadores físicos, 10 farmacêuticos, 7 nutricionistas, 8 psicólogos e 18 fisioterapeutas). Outros 25% deverão ser contratados até julho de 2019, e os 50% restantes até 31 de dezembro de 2020.

Os gestores públicos têm prazo de 30 dias para se manifestarem a respeito da recomendação do MPPR.

Asimp/MPPR

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios


Notice: Undefined variable: usuario_tk in /var/www/vhosts/jornaluniao.com.br/httpdocs/widget_footer.php on line 245
NULL