Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A 4ª Promotoria de Justiça de Paranaguá, no Litoral paranaense, lança nesta quarta-feira, 21 de agosto, a campanha “É doando que se vive”, de conscientização sobre a doação de órgãos. O projeto, idealizado pelo Ministério Público do Paraná em parceria com as Secretarias Municipais de Comunicação Social, de Educação e de Saúde de Paranaguá, visa divulgar para os alunos do 3º ao 5º anos da rede municipal de ensino informações sobre doação de órgãos. A intenção é que os estudantes possam colaborar para a conscientização da população, como agentes de transformação.

Para a divulgação da campanha, foram elaborados diversos materiais, como vídeo, gibi, jingle e fantoches para a realização de teatro para as crianças. Esses materiais deverão ser utilizados pelos professores em sala de aula, levando assim o tema para as crianças. O encerramento da campanha está previsto para 31 de outubro, quando será realizada exposição de trabalhos produzidos pelos alunos.

Recusa da família

Dados divulgados em novembro do ano passado pela Associação Brasileira de Transplante de Órgãos indicam que a recusa da família é a principal causa da não doação de órgãos no país, o que representa 44% da não concretização de doação de potenciais doadores – daí a importância da conscientização para mudar esse quadro.

As entidades envolvidas no projeto pretendem incentivar sua transformação em lei municipal, de modo que possa ser incorporado às políticas públicas do município e assim permanecer como parte do currículo escolar em Paranaguá.

Ascom/MPPR

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios