Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Representam um quarto dos casos confirmados no Estado até ontem (06). Eles tiveram o diagnóstico confirmado pelo Lacen ou laboratório credenciado, receberam tratamento e não apresentam mais os sinais da doença.

Dados preliminares da Secretaria de Estado da Saúde mostram que 121 pacientes que contraíram a Covid-19 já estão recuperados no Paraná, um quarto dos 466 casos confirmados no Estado até ontem (06). São 68 pessoas de Curitiba e 53 de outros municípios. Eles testaram positivo para o novo coronavírus, mas não apresentam mais os sintomas da doença.

São considerados recuperados aqueles pacientes que tiveram o diagnóstico confirmado pelo Laboratório Central do Estado (Lacen) ou por algum outro laboratório credenciado, receberam tratamento adequado aos sintomas e agora já não apresentam os sinais da doença.

A Secretaria da Saúde trabalha com um prazo de pelo menos 14 dias entre o início e o fim dos sintomas para confirmar a recuperação. “Temos um número alto de pessoas recuperadas e uma baixa letalidade em consequência da Covid-19 no Paraná. É um problema grave, mas a maioria das pessoas que tem os sintomas se recupera”, afirma a diretora de Atenção e Vigilância da Secretaria da Saúde, Maria Goretti Lopes.

 “As medidas adotadas pelo Governo do Estado, como o isolamento social e o reforço nos equipamentos de saúde, são fundamentais para manter o coronavírus sob controle no Estado”, diz.

O mais recente boletim do coronavírus, divulgado na tarde desta segunda-feira (6) pela Secretaria da Saúde, trazia 466 casos confirmados, 4.867 descartados e 156 em investigação no Paraná, e 14 óbitos.

Foram confirmados casos em 55 municípios. Curitiba é o que tem maior número, com 175 pessoas diagnosticadas, seguida de Londrina, com 48 casos, Cascavel (36), Foz do Iguaçu (25) e Maringá (23).

Acompanhamento

Com a confirmação do diagnóstico, os pacientes recebem o acompanhamento das equipes das secretarias municipais e dos coordenadores de Vigilância Epidemiológica das 22 Regionais de Saúde do Paraná.

Além de acompanhar a evolução dos sintomas e os cuidados dos pacientes, inclusive com relação ao isolamento domiciliar, são eles os responsáveis pelo levantamento dos dados. Em Curitiba, a própria prefeitura faz o controle das pessoas recuperadas.

“Em um primeiro momento, o Estado priorizou a organização da coleta de amostras e a rotina de análise e processamento do Lacen para garantir a testagem da população, além da ampliação dos leitos hospitalares”, explica Maria Goretti.

 “Agora, com este processo já encaminhado, podemos nos debruçar sobre os dados dos pacientes, fazer o acompanhamento de sua recuperação e ter em mãos as informações atualizadas”, destaca.

AEN

#JornalUnião

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.