Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) destacou ontem, 12, o empenho e dedicação dos profissionais de saúde que atuam na campanha de vacinação contra a covid-19. Segundo o deputado, cidades como Cornélio Procópio, Jacarezinho e Sertaneja, dentre outras das duas regionais, acompanham a Secretaria de Saúde e trabalham de domingo a domingo para imunizar a população.

“Há um esforço conjunto dos profissionais de Saúde e prefeitos, que buscam uma solução para vencer o coronavírus. O Norte Pioneiro está empenhado em vacinar as pessoas e ajudar no combate à Covid-19. Assim que recebem as vacinas, elas são imediatamente aplicadas”, destaca o deputado.

Vacinômetro

Dados divulgados pelo Painel de Controle do Coronavírus no Paraná mostram que as regionais de saúde de Cornélio Procópio (18ª) e Jacarezinho (19ª) estão cumprindo as metas de vacinação propostas pela Secretaria Estadual da Saúde.

As duas regionais receberam 69.594 unidades para aplicar a primeira dose da vacina nos moradores da região. A quantidade foi suficiente para imunizar 65.483 pessoas, o que totaliza 94,05% das doses recebidas. Já para a segunda dose, foram distribuídas à região 34.204 unidades, o suficiente para imunizar 16.780 pessoas até o momento, o que representa 58,4% de aplicação das doses recebidas.

Romanelli destacou ainda o acompanhamento do secretário Beto Preto em alguns municípios que aderiram à vacinação de domingo a domingo. Beto Preto esteve em Sertaneja, onde reafirmou a importância da saúde primária, como prevenção ao coronavírus.

Para o deputado, os números divulgados referentes à vacinação mostram que há compromisso no combate à pandemia. “Ninguém tem interesse em estocar as vacinas já recebidas. Pelo contrário, há um esforço dos gestores de saúde, no sentido de ampliar o número de pessoas que já receberam tanto a primeira como a segunda dose da vacina”, reforça Romanelli.

Vacinas

Em todo o Paraná, estão sendo aplicadas mais de 633 mil doses nessa nova etapa da vacinação, tanto da D1 como da D2. O encerramento do ciclo, com a aplicação das duas doses da vacina, é a alternativa para desafogar o sistema de saúde e fazer com que menos pessoas necessitem de leitos para tratamento da Covid-19.

Em todo o Estado, foram 2.495.350 doses de vacinas recebidas do Ministério da Saúde desde o início da campanha. O foco da vacinação no momento, com a aplicação da primeira dose, são pessoas de 65 a 69 anos e profissionais de segurança pública. Já a segunda dose está sendo aplicada em profissionais da saúde e idosos com mais de 70 anos, respeitando os intervalos recomendados.

A dose de reforço deve respeitar um intervalo de tempo recomendado pelos fabricantes das vacinas: 21 dias para a Coronavac e doze semanas para AstraZeneca/Oxford/Fiocruz.

Valdir Amaral/Asimp

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.